sábado, 19 de fevereiro de 2011

Histórias do Pato Donald - Um Pato que não está no gibi - (The Cartoonist - 1998)

Pato Donald #2162 (abril de 1999)
Mais uma história do Pato Donald pra você "rolar" de rir.
Esta história que você vai conhecer agora saiu uma unica vez no Brasil, justamente nesta edição #2162 do Pato Donald.
Tem roteiro de Gorm Traansgard da Dinamarca e desenhos do Vicar (alias o Vicar tem muitos e muitos trabalhos na revista Pato Donald e eu particularmente gosto muito do traço deste artista).
O título da história: "Um Pato Que Não Está No Gibi" (The Cartoonist no original inglês).
Donald acha uma perda de tempo os sobrinhos lerem histórias em quadrinhos, e é sempre muito radical em seus métodos de apresentar suas ideias e "forçar" seus argumentos.
Ele chega e simplesmente "arranca" das mãos dos meninos aquelas revistas perguntando se os garotos não tem nada melhor pra ler pois os roteiros das histórias são fracos e os desenhos não passam de rabiscos.
Huguinho, Zézinho e Luisinho não pensam assim e lançam um desafio ao tio. Uma pequena apostinha como eles mesmos dizem.
Donald terá que publicar o seu próprio gibi. O perdedor vai lavar pratos por dois meses e o vencedor poderá ler quadrinhos à vontade.
Os sobrinhos deixam Donald com um grande problema nas mãos e saem comentando que o tio não ganha nunca uma aposta mas nunca desiste e isso pra eles é muito bom.
O tempo passa, aquelas ideias que deveriam chegar simplesmente pelo pato estar com o material de desenhos em mãos teimam em não dar o "ar da graça" e passam ao largo do outro lado da rua bem longe de Donald.
Depois de muito matutar e arrancar suas sedosas penas brancas e correr o risco de um traumatismo craniano, finalmente Donald tem uma ideia. Desenha um palhaço... o palhaço Picareta e o coloca em situações burlescas e engraçadas totalmente previsiveis e vistas em qualquer circo de "Orlando o Feio".
Em cerca de dez minutos ele aplica umas "garatujas" no papel e na sua arrogância peculiar sai em direção a uma editora que publique o seu material, (como seria fácil se fosse tão simples assim, que o digam os grandes artistas que "penam" durante anos para ter os seus trabalhos valorizado e finalmente reconhecidos, isso quando conseguem).
Parece que Donald agora começa a perceber que é não tão fácil assim, ter seu material publicado.
O editor diz a ele que para aprender a arte vai precisar da ajuda de um mestre.
E acaba indicando a Donald o famoso desenhista de Patópolis Eli H.Q.
O estúdio do homem é colossal e parece que o desenhista é, digamos assim, meio... um tanto quanto...nervosinho!
Logo Donald é chamado para a admissão nas aulas de Eli e recebe do artista um pequeno teste.
Eli ao ver o traço de Donald, diz que ele não leva o menor jeito para o desenho. Donald então num de seus famosos ataques se atira aos pés do homem e chora e grita em desespero dizendo que é um apaixonado por quadrinhos e que adoraria trabalhar ali com Eli (pequeno trocadilho rs).
O mestre diz que não suporta ver um marmanjo chorando e dá uma chance a Donald.
Donald então se transforma no auxiliar do estúdio.
Sua tarefa é fornecer papel e nanquim aos desenhistas além de apontar os lápis dos rapazes e também terá que cuidar do mascote do estúdio um cachorro muito nervosinho chamado Michelângelo. Segundo Eli, apesar do gênio forte o cachorro tem um bom coração.
Donald sempre acaba aprontando das suas e numa dessas cai na copiadora e o resultado são "caras e caretas" e piadas prontas para os desenhistas e argumentistas do estúdio.
Donald com a sua magistral capacidade de se meter em confusão e com uma ajudinha luxuosa do maluCÃO Michelângelo (apelidado por ele  carinhosamente de vira-lata), em mais uma tentativa de escapar da fúria e dos dentes afiados de Miguelito Donald apronta a maior confusão no estúdio, "detonando" tudo pela frente. São momentos hilários e que valem todo o gibi.
Donald acaba despedido e literalmente levando um pé no traseiro.
Tudo volta a ser como antes.
Os meninos na sala lendo edições do Disney Especial.
Donald na cozinha lavando a louça.
Mas eis que o telefone interrompe a salutar rotina caseira da família Pato.
Você imagina quem seja no outro lado da linha?
Sim  é  quem você pensou: Eli H.Q.
Donald é recontratado pelo dobro do salário. Eli diz a ele que agora percebem seu verdadeiro talento e que ele só precisa continuar executando as mesmas tarefas de antes.
Donald pode não ter todo esse talento para o desenho, mas Donald nas mãos de mestres Disney é um fenômeno de popularidade.

Fonte: Edição Pato Donald #2162 acervo pessoal, imagens Universo Disney, todos os direitos da história pertencem a Editora Abril, (e essas postagens sobre histórias dos personagens é meramente para divulgação dos quadrinhos Disney) esse blog não tem nenhum fim lucrativo, visa somente apresentar as revistas que coleciono, histórias Disney que eu gosto e  para diversão dos amigos leitores fãs de HQs Disney)

4 comentários:

FabianoCaldeira. disse...

Olá, meu caro! Antes de ir para cama, resolvi passar por aqui e tive uma descarga de adrenalina ao ler essa história.

Então o Donald foi levar desenhos à Abril? E quem o atendeu até pareceu o Paulo Maffia. Poxa! Mas ele não sabe que a Abril não produz mais HQs Disney? rsrsrs....

Brincadeiras à parte, realmente é divertidíssima essa história e você já está ficando craque aí com as imagens, colocou exatamente os melhores trechos (dá um trabalhão!!!).

Fica a dica, sugira essa história ao Paulo Maffia para um Disney Big.

Adorei o Mickelangelo, que docilidade...rsrsrs...

Muito bom! Parabéns!
Tenha um bom domingo e uma ótima semana, com Deus na vida, sempre.

FabianoCaldeira.

Ludy disse...

Fabiano obrigadão pelo comentário meu amigo.
Quem sabe poderíamos mesmo sugerir essa história pro Maffia pra colocar num desses Disney Big da vida.
Abração amigo até breve.

D@nil.B disse...

O Donald virou um personagem de quadrinhos dentro de sua própria HQ! HAHAHAHA, que paradoxo!

Ludy disse...

Oi D@nil.B. Esta história desenhada pelo Vicar é muito divertida. Você precisa conhecer os outros quadrinhos da história como são hilários e engraçados. Aquele cachorro transforma a vida do Donald num verdadeiro inferno.
Obrigado pela visita amigo, até breve.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails