quinta-feira, 11 de março de 2010

Mestre Disney Paul Murry o desenhista do Mickey


Paul Murry

Mestre Disney
Paul Murry

Para saber muita coisa sobre Paul Murry, visite esse link abaixo. Um blog somente sobre Paul Murry.
http://pmurry.blogspot.com/
Paul Murry (Nasceu em 25 de novembro de 1911, no Missouri, e morreu em 04 de agosto de 1989, na Califórnia) foi um desenhista norte-americano que, embora tivesse desenhado histórias com a maioria das personagens Disney, ficou conhecido por desenhar as aventuras do Mickey entre 1950 e 1984 para as revistas Walt Disney's Comics and Stories e Mickey Mouse. Desenhou, juntamente com Bob Grant, as tiras de estréia do Zé Carioca nos quadrinhos, publicadas em 1942).
Muitas das histórias que desenhou com o Mickey tinham argumento de Carl Fallberg. A primeira história longa de Murry com o Mickey foi O Monstro Marinho (The Monster Whale), em 1950.
O primeiro número da primeira revista mensal do Mickey lançada em Portugal, em abril de 1980, pela Editora abril, contava com três histórias suas:
Em Busca do Selo da Fortuna (The Great Stamp Hunt), publicada originalmente nos EUA entre novembro de 1956 e Janeiro de 1957 (com os personagens Mickey e Pateta);
uma história sem nome de 1953 (com Mickey, Pluto, Chiquinho e Francisquinho);
Intelijumência (I.Q. Switcheroo), publicada nos EUA em 1958 (com Pateta, Gilberto, Minnie, Mickey, Clarabela e Horácio).
Nos anos 60 Paul Murry foi o responsável pela popularização do antigo personagem Mancha Negra, criado por Floyd Gottfredson em 1939, ao desenhar uma série de histórias em que esse vilão enfrentava o Mickey e o Superpateta. O Mancha Negra de Murry foi publicado pela primeira vez em maio de 1964, na história A Volta do Mancha Negra (The Return of the Phantom Blot).
O Superpateta também foi outro grande sucesso de Paul Murry: curiosamente, na primeira história em que o Pateta usa o uniforme - Mancha Negra Encontra o Super-Pateta (Phantom Blot Meets Super Goof) -, de abril de 1965), ele não tem poderes. Só depois é que seria introduzido o superamendoim, planta que o transformaria em um super-herói de verdade - na história O Ladrão de Zanzipar (The Thief of Zanzipar), de outubro de 1965). Curiosamente, entre essas duas histórias foi publicada O Super-Trapalhão (All's Well that Ends Awful), de abril de 1965, na qual o Superpateta obtinha seus poderes por meio de uma capa construída pelo Professor Pardal.

Além do Superpateta, Murry desenhou as primeiras aparições de outros dois super-heróis Disney: Supergilberto - A Onda dos Redemoinhos (The Twister Resisters) -, de 1966) e Vespa Vermelha - O Mistério do Vespa Vermelha (The Red Wasp Mystery) -, de 1967). Desenhou também as histórias em que surgiram pela primeira vez nos quadrinhos os vilões Dr. Estigma - O Superenigmático Dr. Estigma (Super Goof Meets Super Thief ) - e a dupla de malfeitores Kid Mônius e Ted Tampinha - O Tesouro de Umba Lumba (The Treasure of Oomba Loomba) -, ambas de 1966.
Nessa época também desenharia o Mikey como um super-agente secreto, seguindo o estilo dos filmes de James Bond. Também seria o artista, juntamente com Don Spiegle, das três histórias em que Mickey e Pateta são recrutados pela PI - Polícia Internacional: O Super-Agente Secreto: Operação Unidade Invisível (Mickey Mouse Super Secret Agent: Assignment Time-Lock), O Superagente Secreto: Um Porta-Aviões no Céu (Mickey Mouse Super Secret Agent: Aircraft Carrier at 2 O'Clock High) e O Super-Agente Secreto: O Mistério do Desfiladeiro da Neblina (Mickey Mouse Super Secret Agent: The Mystery at Misty Gorge), todas com roteiro de Don Christensen, publicadas nos EUA entre abril e outubro de 1966.
Murry gostava, também, de ambientar Mickey e Pateta em histórias do passado, como no Velho Oeste ou no tempo dos piratas. Outra série interessante que contou com desenhos de Murry foram as histórias curtas, conhecidas como "Teatro Disney" em que os personagens Disney representam contos clássicos, como os das Mil e Uma Noites (Mickey como Aladim, por exemplo), ou ainda Mickey como Gulliver.
Além de Mickey, Pateta e Pluto, Murry desenhava com muita frequência as histórias da turma da floresta: o Coelho Quincas, o Lobão e Lobinho, Zé Grandão e João Honesto, dentre outros.
Fonte: Wikipédia

2 comentários:

Paulo Gibi disse...

Ludy, esse mestre deixou marcas impressionantes nas histórias Disney. O desenho dele é ótimo. Apreciei as informações desse post, com relação ao Mickey, ao Superpateta e também o Mancha Negra. São pérolas como essas que tornam essa obra tão grandiosa. Abraço. Paulo Augusto.

Ludy disse...

Paulo. Paul Murry junto com o Vicar, Marco Rota, Carl Barks, Don Rosa e alguns outros mestres Disney para mim são absolutos na arte de retratar o Universo Disney em toda a sua dimensão.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails