terça-feira, 9 de março de 2010

Banzé O cachorrinho peralta

Banzé (Scamp) é um cachorrinho vira-lata, personagem de Lady and the Tramp ( A dama e o vagabundo), 15º longa-metragem de animação da Disney, produzido em 1955.
Banzé aparece ao final do filme como um dos filhos de "Dama", uma cachorrinha cocker spaniel, e de "Vagabundo", um cachorro vira-lata, heróis do desenho. É o único dos filhotes a herdar as características físicas do pai.
Posteriormente, Banzé ganharia vida própria e viria a tornar-se bastante popular nos quadrinhos Disney, estrelando suas próprias histórias. Suas tiras estrearam nos EUA em 31 de Outubro de 1955 e duraram até 1988, escritas por Dick Moores, Manuel Gonzales e, posteriormente, por Ward Greene. Na versão em quadrinhos, Banzé aparecia mais velho que ao final do longa. As tiras, na verdade, foram produzidas nos anos de 1950 e relançadas a partir daí.

Gerações de fãs se apaixonaram pelo 15º longa-metragem de Disney - uma aventura fantástica recheada com maravilhosas canções sobre Dama, uma adorável cocker spaniel e um cachorro das ruas, Vagabundo. Como um dos mais maravilhosos clássicos da Disney, A Dama e o Vagabundo traz uma fábula encantadora que vai conquistar todos que compartilharem sua magia.
Quando a Tia Sarah se muda com seus gatos Si e Am para a casa de Dama, acontece algo inimaginável - a querida cachorrinha passa a usar uma focinheira. Em seu desejo de liberdade, Dama é atraída pelo charme irresistível de Vagabundo, um cachorro que perambula pelas ruas da cidade. Com seus amigos Joca, Caco e Peg, eles vivem aventuras repletas de suspense em uma deliciosa belle notte, quando Dama descobre o verdadeiro significado de ser livre.

Apesar de o filme ser baseado em parte em uma história chamada Happy, The Whistling Dog, A dama e o vagabundo é considerado o primeiro longa-metragem animado original do estúdio Disney.
O visual do Vagabundo foi inspirado em uma cadela vira-lata que os artistas da Disney salvaram da carrocinha.
O filme é contado totalmente do ponto de vista de um cachorro e por essa razão os rostos dos humanos são raramente mostrados, sendo que na maioria das vezes tudo o que é visto são os seus pés.
Banzé (Scamp), o filho de Lady e Vagabundo, viria a se tornar bastante popular nos quadrinhos Disney, estrelando suas próprias histórias.
Apesar de algumas críticas negativas, o filme foi um grande sucesso de bilheteria quando lançado em 1955, tornando-se um dos filmes de animação mais populares com o público.
Tia Sarah é interpretada pelo desenhista Frank Thomas. Atualmente, tia Sarah aparecia na maioria das cenas do filme.
A Dama e o Vagabundo foi lançado pela primeira vez em VHS em 1987 nos Estados Unidos da América e em 1998 foi relançado em VHS pela Walt Disney Masterpiece Collection. Em 1999 foi lançado em DVD e em 28 de Fevereiro de 2006 foi relançado em DVD com a Edição Platinum DVD duplo remixado com som 5.1 Disney Enhanced Home Theater Mix. No Brasil foi lançado 2 vezes em vídeo em 1991 e em 1997 com a qualidade Abril Vídeo. Na maioria dos lançamentos, foi lançado 2 vezes em DVD em 2000 e em 2006 com a Buena Vista Home Entertainment e Walt Disney Home Entertainment (Edição Especial).
Em 2001 saiu uma espécie de continuação da Dama e o Vagabundo focando agora inteiramente na figura do carismático Banzé.
Vagabundo, agora totalmente civilizado, vive com Dama e suas três adoráveis filhinhas. Annette, Colette e Danielle, idênticas à mãe e seu filho travesso e inquieto, Banzé, que é o "focinho" do pai. A vida da família é perfeita para qualquer um, exceto para o adolescente Banzé. Ele quer ser livre para destruir coisas, esbaldar-se em poças de lama como qualquer cachorro de verdade, sem ser obrigado a tomar aqueles banhos terríveis. Assim, Banzé apronta a maior bagunça em casa durante uma brincadeira e é castigado, sendo acorrentado à casinha de cachorro no quintal dos fundos. Lá, Banzé vê passar um bando de cães vadios que moram num ferro-velho e se impressiona no ato com Buster, o esperto e descolado líder do bando, que simboliza tudo que Banzé gostaria de ser. Com um puxão, ele se solta da coleira e une-se ao grupo de maltrapilhos para a maior aventura de sua vida ainda tão curta, fugindo para um mundo maravilhoso que, é o que ele imagina, será só de sonhos e liberdade. Em pouco tempo, Banzé descobre que a vida num ferro-velho é totalmente oposta à vida numa casa, com regras e restrições. Lá, ele pode pular em cima dos móveis, brincar no lixo e quebrar o que quiser. Não há ninguém lhe dando ordens e Banzé se sente no paraíso canino. Enquanto isso, em sua casa, os pais de Banzé estão desesperados com seu desaparecimento e já organizaram um grupo de busca.
Assista abaixo o filme A Dama e o Vagabundo 2: As Aventuras de Banzé

Informações Técnicas
Título no Brasil: A Dama e o Vagabundo 2
Título Original: Lady and the Tramp II: Scamp's Adventure
País de Origem: EUA / Austrália
Gênero: Infantil
Tempo de Duração: 69 minutos
Ano de Lançamento: 2001
Site Oficial:
Estúdio/Distrib.: Buena Vista
Direção: Darrell Rooney / Jeannine Roussel
















Fonte: Wikipédia, Youtube, sites de cinema e diversos sites Disney na Rede.

4 comentários:

Paulo Gibi disse...

Ludy, que saudades do "Almanaque Disney", das historinhas do Banzé e do Zorro. E a série "Maravilhas da Natureza", então? Bons tempos... Que não voltam... Aliás, voltam sim, e estão sempre presente em nossas mentes e corações... abraço. Paulo Augusto.

Ludy disse...

É verdade Paulo, o Almanaque Disney nos brindava todo o mês com um mix de histórias invejáveis. Me parece que agora, o Disney Big tá fazendo e por sinal cumprindo com muita propriedade esse papel, trazendo muitas histórias antigas e clássicas. Mas o Almanaque Disney tinha aquele charme das capas bem coloridas e sempre trazendo uma sintese do que poderiamos encontrar dentro de suas capas.

Socializando... disse...

Gostava muito das histórias de Banzé. Espero que um dia ele volte a ser publicado.

Anônimo disse...

Great article. I am facing many of these issues as well.
.

My homepage ... tattooed steel bracelets

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails