sábado, 24 de julho de 2010

Grandes Duplas: Mickey e Pateta

Mickey e Pateta no traço de Richard "Dick" Arnold Moores (1909-1986)
Mickey e Pateta no traço de Floyd Gottfredson (1905-1986)
Mickey e Pateta.
Para  mim essa dupla sempre funcionou perfeitamente bem, um equilíbrio perfeito entre dois opostos que se somam e se tranformam numa força imbatível, logicamente que eu falo do Mickey e Pateta de Paul Murry e é neles que eu quero concentrar minhas considerações.
Mickey e Pateta no traço de Bill Wright1943
Um pouco da história desses dois personagens tão queridos por todo o fã Disney, informações extraídas da Wikipédia.
Mickey Mouse (em português: Camundongo Mickey ou Rato Mickey ou simplesmente Mickey) é um personagem de desenho animado criado por Ub Iwerks e que se tornou, afinal, o símbolo da The Walt Disney Company. Mickey Mouse foi criado em 1928 por Walt Disney e Ub Iwerks e dublado por Walt Disney.
The Walt Disney Company celebra seu aniversário em 18 de novembro de 1928, que é a data de lançamento de Steamboat Willie, embora até meados dos anos 1980 a data fosse comemorada em 28 de setembro.
O camundongo antropomórfico evoluiu de ser simplesmente um personagem de desenhos animados e quadrinhos para se tornar um dos símbolos mais conhecidos do mundo. Uma curiosidade é a que Mickey Mouse estaria sob domínio público desde 1998 — a proteção dos direitos autorais nos Estados Unidos só dura setenta anos —, não fosse a aprovação pelo congresso americano da lei de prorrogação do copyright (lei essa que ganhou o apelido de Lei Mickey) que expandiu por 20 anos os direitos autorais de todas as obras americanas que não tivessem caído ainda em domínio público, o que faz com que tal situação só ocorra em 18 de novembro de 2018.
Pateta (em inglês: Goofy). é um cão da raça Bloodhound, e uma personagem de animação dos estúdios Walt Disney, criado em 1932.
Ele é um cão antropomórfico de físico magro, esguio, alto e desengonçado, conhecido pelo público por seu jeito atrapalhado, engraçado e bondoso e chapéu singular.
 Seu nome seria um apelido, pois nos curtas dos anos 50 e 60 era chamado "George Geef" ou "G.G Geef". Fontes atuais como o desenho A Turma do Pateta dão seu nome como Goofy Goof.
Paul Murry 1956
Mais uma imagem de Mickey e Pateta no traço sempre maravilhoso de Paul Murry
Esses dois  já passaram por muitas aventuras de muita ação, mistério e  suspense, em que unidos eles conseguem chegar ilesos no último quadrinho.
Tipicamente, Mickey surge em calções vermelhos e sapatos amarelos, uma homenagem que seu criador, Walt Disney, fez à Ordem DeMolay,(A Ordem DeMolay é uma ordem secreta de princípios filosóficos, fraternais e iniciáticos, patrocinada pela Maçonaria, para jovens - do sexo masculino - com idade compreendida entre os 12 e os 21 anos. Fundada nos Estados Unidos dia 18 de Março de 1919 pelo Maçom Frank Sherman Land, é patrocinada e apoiada pela Maçonaria, oficialmente desde 1921)  da qual era membro.
Mickey , Pateta e João Bafo-de-Onça, no traço de paul Murry
Em outras linhas de histórias, são abordados variadíssimos temas; numa delas, Mickey é um detetive, e veste casaco e todo o traje costumeiro, essa é justamente a época em que Murry trabalha com o personagem.
Mickey e Bafo uma bela amizade de muitos anos.

Um dos temas mais conhecidos é o duelo constante com o inimigo Bafo-de-Onça e também os enfrentamentos com  o Mancha Negra.

Vamos conhecer mais a fundo a história de Paul Murry, o responsável pelo Mickey detetive, agente secreto, o Mickey viajante do tempo, vivendo aventuras inesquecíveis ao lado do seu fiel escudeiro Pateta, enfim,  aquele Mickey que tantos fãs sentem saudade.
Paul Murry
Paul Murry, embora tivesse desenhado histórias com a maioria das personagens Disney, ficou conhecido por desenhar as aventuras do Mickey entre 1950 e 1984 para as revistas Walt Disney's Comics and Stories e Mickey Mouse. Desenhou, juntamente com Bob Grant, as tiras de estreia do Zé Carioca, publicadas em 1942.

Zé Carioca por paul Murry
Muitas das histórias que desenhou com o Mickey tinham argumento de Carl Fallberg (Carl Fallberg nasceu em 9 de Novembro de 1915 – morreu em 5 de Setembro de 1996) foi um autor norte-americano que escreveu muitas das histórias desenhadas por Paul Murry na revista Walt Disney's Comics (and Stories), especialmente entre 1953 e 1962. Um dos personagens por si inventados foi o Lobinho, o filho do Lobão).
  A primeira história longa de Murry com o Mickey foi O Monstro Marinho (The Monster Whale), lançada em 1950.

Nos anos 60 foi o responsável pela popularização do antigo personagem Mancha Negra, criado por Floyd Gottfredson (Arthur Floyd Gottfredson (Nasceu em 5 de maio de 1905 — morreu em 22 de julho de 1986) foi um cartunista americano, mais conhecido por seus trabalhos para os quadrinhos da Disney, com maior atividade nos jornais americanos através de tiras diárias principalmente nas décadas de 1930 e 1940. O principal personagem desenhado por Floyd foi Mickey, o qual teve seu caráter de detetive reforçado por esse autor),   em 1939, ao desenhar uma série de histórias em que esse vilão enfrentava o Mickey e o Superpateta, sendo a sua primeira aparição em Maio de 1964.

Superpateta... não esqueça o superamendoim!!!
Pode deixar eu sempre trago alguns de reserva.
Eu deveria ter pensado nisso mais cedo, em todo o caso é um bom meio de me livrar dos meus amendoins.
O Superpateta também foi outro grande sucesso de Paul Murry, curiosamente, na primeira história em que o Pateta usa o uniforme, ele não tem poderes, só depois é que seria introduzido o superamendoim, planta que o transformaria em um super-herói de verdade. Entre estas duas histórias foi publicada O Super-Trapalhão, na qual o Superpateta obtinha os seus poderes por meio de uma capa construída pelo Professor Pardal.

Além do Superpateta, Murry desenhou as primeiras aparições de outros dois super-heróis Disney, o Supergilberto e o Vespa Vermelha. Desenhou também as histórias em que surgiram pela primeira vez os vilões Dr. Estigma e a dupla de malfeitores Kid Mônius e Ted Tampinha.
Ted Tampinha e Kid Monius
Nessa época também desenharia o Mickey como um super-agente secreto, seguindo o estilo dos filmes de James Bond.
Também seria o artista, juntamente com Don Spiegle, das três histórias em que Mickey e Pateta são recrutados pela PI - Polícia Internacional, com argumento de Don Christensen e publicadas nos EUA entre Abril e Outubro de 1966.
Murry, gostava de ambientar Mickey e Pateta em histórias do passado, como no Velho Oeste ou no tempo dos piratas. Outra série interessante que contou com os desenhos de Murry foram as histórias curtas, conhecidas como "Teatro Disney", em que os personagens Disney representam contos clássicos, como os das Mil e Uma Noites (Mickey como Aladino, por exemplo), ou ainda Mickey como Gulliver.

Além de Mickey, Pateta e Pluto, Murry desenhava com muita frequência as histórias da turma da floresta, o Coelho Quincas, o Lobão e Lobinho, Zé Grandão e João Honesto, entre outros.
Em toda a sua carreira, Paul Murry nunca roteirizou uma história sequer, mas seu traço é inconfundível. Para quem não conhece o estilo de Murry, uma imagem deve ter ficado gravada na mente de todos quantos leram aquelas aventuras:
O Pateta com a mão à frente da boca, em uma expressão abobalhada. Aquele era o traço de Murry.
Essa dupla Mickey e Pateta deve estar no imaginário de muitos e muitos fãs de quadrinhos Disney. E Você, tem uma dupla preferida nos quadrinhos Disney?
Vamos Pateta, em direção a uma nova postagem!!!!
Fonte: Wikipédia.

4 comentários:

Fabiano disse...

Olá, bom dia! Mickey e Pateta.... demorou, hein!! rsrsrs....
Quanto à história "Aventura na Amazonia", acho que seria ideal para um próximo Disney Big.
Tenha um bom domingo.
Abraços. FabianoCaldeira.

Ludy disse...

Fabiano obrigado pelo comentário. E realmente demorei para fazer um trabalho assim, nos últimos dias estou sem tempo pra nada, tenho um feito um esforço muito grande para alimentar três blog, o meu da rádio Expresso 101, mai o Planeta Música e esse que é a minha paixão Universo Disney.
Mas vamos em frente com força de vontade tudo dá certo. Abração meu querido amigo disneyano.

Anônimo disse...

Que o superamendoim o manteve "esperto" e criativo. A história onde Pateta aparece como o seu alterego enfrentando o Mancha no Oeste é impagável. Vi-a como um confronto entre o passado (o Mancha, um bandido montado e armado até os dentes) e o futuro (a alta tecnologia, fórmulas secretas e gado animatrônico). Gostava muito de Murry.
Cavaleiro da Lua

Anônimo disse...

olá tudo bem ? Meu nome e adorei seu blog, gostaria de fazer uma pergunta acho que foi em 1996 que a disney completou 25 anos e fez show no Brasil (Morumbi) eu trabalhei lá como camareira e perdi contato com todos, gostaria de encontrar alguns amigos em especial o que fez o personagem do Mickey e Pateta. Seria muito legal se você souber de alguma coisa me mande um i-mail . Um abraço pra ti ! NEIDERUFF@YAHOO.COM.BR

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails