quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Professor Pardal

PROFESSOR PARDAL
Onde foi parar o chapéu pensador do Pardal?
Será que ele vendeu?
ou simplesmente libertou aqueles corvos intelectuais?

O Professor Pardal (Gyro Gearloose no original inglês)é um personagem dos estúdios Walt Disney, criado por um dos grandes gênios dos quadrinhos, o homem dos Patos, Calr Barks. Pardal é um galo "antropomórfico"(cabe uma explicação ou melhor uma definição de "antropomorfo" é um adjetivo que significa: Semelhante ao homem, ou seja animais que agem como homens), que mora em Patópolis (Duckburg), junto com os outros personagens da família Pato. Ele faz parte desse universo do Tio Patinhas. A primeira aparição do Pardal se deu na revista: "Walt Disney's Comics and Stories" 140, em 1952.
Professor Pardal é o mais famoso inventor de Patópolis, apesar de muitas vezes suas invenções não funcionarem do jeito para as quais foram planejadas. Sua alta produtividade é apresentada como um fator de qualidade de suas invenções; por que ele sempre vem com novas idéias, suas invenções frequentemente sofrem a falta de algum item importante, o que certamente irá causar problemas para aqueles que irão lidar com elas, geralmente o Tio Patinhas, Donald e outros personagens da cidade dos Patos e até a própria Patópolis muitas vezes se vê em sérios apuros, graças, a mais uma invenção do Pardal, que não deu certo.
O Professor Pardal tem um assistente o Lampadinha (já falamos sobre ele no post anterior), que geralmente salva o dia do Pardal. O Professor Pardal também é conhecido por ser "gente" (galo) muito boa para os demais personagens Disney. Ele muitas vezes consegue fazer um foguete que vai até a lua ou Marte em questão de horas e com material recolhido do quintal, ou seja, o Pardal é uma ''viagem". Mas é um personagem saboroso de ler, suas histórias sempre rendem grandes aventuras ao lado dos Patos. Esse é o nosso personagem de hoje. Conforme eu for encontrando mais informações eu irei acrescentando nesse post e nos demais. Até...
Filminhos com Pardal.

4 comentários:

pauliti disse...

Ludy, gosto muito do Prof. Pardal. Esse é um personagem que deveria ter gibi próprio, mesmo que "fininho". O que será que aconteceu com o chapéu pensador? Também não sei. Gosto quando o gavião participa nas histórias. E gosto quando o Pardal ajuda o Tio Patinhas em viagens espaciais. Beleza de post, Ludy, estou gostando dos posts mais curtos e leves. Parabéns pelo blog. Vou estar sempre por aqui. Abraço. Paulo Augusto.

Edição Extra Blog disse...

Belo post! Adoro o Pardal, gênio meio maluco!
Ah, ontem chegou a minha estatueta do Pardal e hj a da Maga, muito legais, a única coisa "diferente" foi que a estatueta do Paradl tava beeeem maior que a Maga! Sim, eu sei ue o Pardal é maior que os patos, só que ele estava beeem mais alto que o habitual, deu pra perceber!
Hoje não consegui por blog porque eu estava fazendo a Linha do Tempo do Zé Carioca (Muito detalhada, por sinal) e o meu computador salvou, salvou só uma pequena parcela...
Posto esse do Zé Carioca outro dia...
Bem, ate mais!

Ludy disse...

Matheus logo que eu recebi a estatueta do Pardal eu também pensei isso, mas tu vais perceber lendo revistas em que ele interage com o Donald e o Tio Patinhas que os caras que fizeram a estatueta tiveram o cuidado de não fugir da medida dos personagens. Pelo menos cada vez que eu olho para elas eu noto que está bem coerente com o que tenho visto e lido deles atuando juntos nas histórias. Tô pra receber a da Maga, e a do Gastão a do Metralha eles vão enviar na próxima quarta-feira.
E quanto a postagem amigo. Não esquenta porque o blog é para o prazer do dono e não escravidão de datas e horários, eu estava fazendo isso mas agora seguindo o conselho do nosso amigo Paulo Augusto eu vou é relaxar mais, dormir melhor e quando dá venho aqui e vou postando alguma coisa sem preocupação só pelo prazer e o amor aos Quadrinhos Disney. Um abração Matheus e até a próxima.
E desejo agradeçer a Paulo que vem aqui diariamente e sempre deixa algo muito bacana e ótimas sugestões. Obrigado Paulo pela força sempre.

henrique disse...

Pardal é o maior cérebro dos quadrinhos; não há quem não se impressione (e se divirta!) com suas invenções e maluquices.. às vezes fico pensando como Barks conseguia criar personagens com tanta personalidade.. o cara era um gênio!
E o Lampadinha, eu considero elemento indispensável nas histórias do Pardal – as gags de fundo com ele são impagáveis! (especialmente nas historias do Rosa, se aparecer o pardal pode ter certeza que o lampadinha tá por aí tentando domar um rato ou algo o gênero.. hilario!
Teus posts são incríveis Ludy, continua assim cara

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails