sábado, 4 de junho de 2011

Novidades na coleção: Uncle Scrooge # 402 e O Grande Livro Disney

Aqui no Brasil, essa semana que passou foi de muitas novidades nos quadrinhos Disney!
Tivemos nas bancas o Disney Gigante #1, vai chegar também o Disney Gol #2 e #3. Junto com a revista mensal do pato Donald, Tio Patinhas, Mickey e Zé Carioca, teremos ainda as novas mensais do Pateta e a revista da Minnie em substituição ao Minnie Pocket Love que já naufragou na edição #3, em águas rasas, pouco lucrativas para a Editora Abril.
Eu por aqui no meu canto recebi essa semana mais uma edição de Uncle Scrooge e desejo compartilhar com os amigos aqui do blog. também recebi O Grande Livro Disney, um tesouro que muitos colecionadores antigos guardam com carinho.
Abaixo confira a capa do Uncle Scrooge # 402 com capa do Marco Rota, note que mudou o logo da editora americana e "pintou" um Ka antes do "boom!"
Abaixo a página sumário desta edição de apenas 28 páginas, tanto que só vem uma história do Barks. Realmente só comprei esta edição porque vem essa aventura que eu adoro chamada: "A Fabulosa Pedra Filosofal", e eu desejava há muito tempo ter esse trabalho do Carl Barks no original inglês. Acho a revista muito cara para o pouco número de páginas que oferece. Não vou comprar mais esses volumes fininhos americanos, quando surgir alguma edição especial com umas 160 páginas aí eu vou pensar no assunto.
O que eu acho mais bacana nessas edições americanas, é o tipo de papel utilizado pela editora. O papel é maravilhoso, branquinho, encorpado, com um leve brilho que destaca ainda mais às cores e note que o desenho do outro lado da página realmente não aparece de forma alguma, e você pode perceber isso somente vendo essas imagens abaixo.
A história do Carl Barks  chamada "A Fabulosa Pedra Filosofal" (The Fabulous Philosopher's Stone no original inglês), surgiu pelas mãos do Barks em 28 de outubro de 1954 e foi publicada quase um ano depois, em junho de 1955.
Roteiro e desenhos do Barks e traz nossos amados patos, o Tio Patinhas, Donald e sobrinhos e mais a participação do Professor René Colchonet, numa busca desenfreada pela pedra filosofal pela Europa inteira.
Essa história foi publicada no Brasil várias vezes, talvez você já tenha tido a oportunidade de ler, se ainda não teve, procure uma dessas edições abaixo, pois essa aventura é imperdível:
A primeira vez que apareceu aqui no Brasil foi na revista O Pato Donald #272 de 22 de janeiro de 1957, foi dividida em 3 partes. A parte 2 e 3 saiu na edição #273 do pato na semana seguinte daquele janeiro de 1957, exatamente no dia 29.
Dez anos depois a aventura voltou a ser publicada na edição do Tio Patinhas # 29, ainda denominado almanaque, em dezembro de 1967.
Passaram-se vários anos e em setembro de1979, voltou a ser republicada na edição # 170 do Tio Patinhas.
Na metade dos anos 80 voltou às bancas, agora no Disney Especial # 96, "Caça ao Tesouro" de 28 de novembro de 1986.
Em dezembro de 1995, no Disney Especial Reedição # 89, "Caça ao Tesouro", a aventura do Barks foi republicada.
Nos anos 2000 essa história Barksiana retornou, agora em todo o seu explendor, na maravilhosa coleção: O Melhor da Disney - As Obras Completas de Carl Barks volume # 6, de novembro de 2004. Há e não dá pra esquecer que saiu também numa edição "Papa-Niqueis" chamada: Disney Especialíssimo, que vinha sempre com duas edições coladas de Disney Especial, nesse caso era a junção de "Caça ao Tesouro" e "Convidados Atrapalhados". Edição #18 desse calhamaço de 384 páginas
Confira abaixo mais uma página da história do Barks.
A edição fecha com os famosos comerciais para outras edições da "casa".
Bom amigos Disneyanos, depois de apresentar a minha edição de Uncle Scrooge #402, vou trazer agora rapidamente mais uma aquisição para a coleção.
O GRANDE LIVRO DISNEY.
Eu passei anos procurando esse volumão, e foi somente agora no mês passado que consegui encontrar esse livro. O curioso é que encontrei pelo Facebook, fazendo amizade com uma leitora Disney e o mais curioso é que essa moça mora na minha cidade natal. Ela me vendeu o livro que agora possuo na minha coleção com muito carinho.
A capa abaixo é meramente ilustrativa, e foi "capturada" na rede.
As informações abaixo foram obtidas na net em alguns sites que encontrei que falavam sobre esta edição.
O Grande Livro Disney é um livro infantil brasileiro publicado pela Abril Cultural nos anos 70.
Em capa dura e grande formato e 408 páginas, o livro trazia informações e atividades sobre uma ampla gama de personagens Disney do cinema e dos quadrinhos, desde Margarida, Mickey e Capitão Mobidique até os astros de longa-metragens clássicos como Aristogatas, Cinderela e Peter Pan.
O Grande Livro Disney era dividido em seções de 16 páginas (correspondentes aos fascículos originais), cada uma dedicada a um personagem ou grupo de personagens, que mantinham um esquema rigoroso de subdivisões:
A história do personagem (ou grupo), em 1 página. Era uma das raras ocasiões na época em que os artistas de quadrinhos da Abril podiam assinar seu trabalho. 
Uma história em quadrinhos representativa, em 3 páginas. 
Um esquema para desenhar o personagem, em 1 página. 
Um artigo sobre o tema que o personagem representa, em 2 páginas. 
Quatro instruções de brinquedos para fazer em casa (alguns exemplos: o cofrinho-Caixa-Forte do Tio Patinhas, o gorro do Pato Donald, o pandeiro do Zé Carioca), em 2 páginas cada. Às vezes um dos brinquedos era substituído por alguma espécie de brincadeira (como as adivinhas do Pateta) em duas páginas. 
Um roteiro para teatrinho, em 1 página, originalmente destinado às marionetes incluídas nos fascículos. 
Completavam O Grande Livro Disney um amplo material introdutório, com a biografia de Walt Disney, os parques temáticos da Disney, uma paisagem de Patópolis em páginas desdobráveis, e um índice detalhado.
História
Com o título Grande Almanaque Disney e o slogan "Um livrão pra montar aos pouquinhos", a obra foi lançada em 1977 em fascículos vendidos em bancas. Um elemento exclusivo dos fascículos do Grande Almanaque Disney eram as peças recortáveis, presentes nas contracapas dos fascículos, usadas para fazer marionetes dos personagens. Pouco depois a Abril Cultural reuniu os fascículos sob novo título e novo design de capa, passando a vender O Grande Livro Disney em marketing direto.
Estou aos poucos explorando o meu livrão. Vou tirar fotos e trazer mais detalhes em breve.
Um abraço a todos os amigos aqui do Universo Disney Blog.
Amanhã teremos a conclusão do post do nosso amigo Leo, "WALT DISNEY: VISITA SEUS ESTÚDIOS.... HOJE!!! (Parte  2 de 2)” essa segunda e última parte vai pegar fogo, aguardem.

8 comentários:

Pablo Gabriel disse...

Que legal,as edição americanas tem tão poucas páginas e cobram um montão de grana,eu acho que elas não vem em formatinho,capa dura,e página branquinhas.

Ludy disse...

Oi Pablo, realmente elas custam uma grana alta para tão pouco número de páginas.
Essas edições tem formato americano, como aquele de O Melhor da Disney, a capa é mais dura que as páginas internas, e é mais dura também que as capas das nossas revistas de linha, tipo, pato Donald, Tio Patinhas etc.
E as páginas são brancas sim, imaculadamente brancas com um brilho bacana que ressalta os desenhos.
Abração Pablo até breve.

Paulo Gibi disse...

Oi Ludy, muito legal essa postagem. O gibi apresentado é fantástico, papel branquinho e uma qualidade incrível. Essa estória é muito legal também, realmente vale a pena o investimento. Quanto ao livro, é um ítem diferenciado, que todo colecionador Disney almeja. Estou de olho também... Quando der, fale um pouco mais sobre ele... Sei que o tempo é escasso, e são tantos os afazeres, mas, temos os quadrinhos para nos divertir e nos fazer sonhar... Abraços amigo, e parabéns pelas recentes aquisições. Paulo

FabianoCaldeira. disse...

É o papel acetinado. Não chega a ser um couchê, mas é melhor do que o papel comum desses de ofício por causa desse brilho e textura mais lisa.
Nas papelarias vende-se ele iguais aos ouros e ele é pouca coisa mais caro somente.
Alguns o chamam de sulfite acetinado e outros simplesmente de papel ofício acetinado. Vale a pena. Dá par usar em impressora comum também e o acabamento é bem superior ao papel comum.

FabianoCaldeira.

LEO disse...

aqui no Brasil os papéis + usados são:

-Pisa-Brite (é o + vagabundo, é o das mensais)!!!

-LWC (é o dos especiais em formato americano: "dinastia pato" - papel brilhoso)!!!

-Off-Set (é o dos CLD: branquinho, mas opaco)!!!

-Couché (é o melhor papel: usado nas Bibliotecas MArvel e encadernados capa-dura da panini)!!!

Macgaren disse...

Apesar de ter essa história da Pedra Filosofal na coleção,bate uma tristeza pq dos poucos números da coleção Carl Barks que me faltam. uma delas é exatamente a que tem essa história.
Mas parabéns pela aquisição o/

CATIA disse...

Parabéns, Ludy! Essa historia da Pedra filosofal, é demais!

Anônimo disse...

Por favor, fale mais do seu Grande Livro Disney e coloque imagens do seu exemplar.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails