sábado, 2 de abril de 2011

Uncle Scrooge #380 - Postagem coletiva entre amigos


Amigos do Universo Disney. Nesta semana eu fiz um convite aqui no blog, para aquela galera que acompanha com frequencia minhas postagens. 
A proposta era fazermos um post coletivo. Eu coloquei imagens referentes ao Uncle Scrooge #380, e a rapaziada deveria colocar os textos respectivos,(logicamente quem tivesse tempo disponível, pois sabemos que o tempo é um artigo de luxo no nosso dia a dia, e cada um de nós tem os seu afazeres e além disso tem o seu próprio blog para "alimentar" com novidades e informações).
Eu achei que nem haveria participações pelo fato que citei acima, (falta de tempo). Mas para a minha alegria e grande satisfação, tive a participação de amigos virtuais queridos que estão sempre por aqui, trazendo seus ótimos comentários e sua solidariedade blogueira.  Muitas vezes com palavras de estímulo e comentários bacanas que nos fazem seguir fazendo mais e mais postagens neste que é um trabalho solitário, sem lucro algum (pelo contrário, temos gastos em equipamentos, energia, net, tempo, saúde e muitas vezes nem somos dignos de termos nossas postagens comentadas. Pessoas entram nos blogs, leem o que desejam, pegam textos e imagens e saem fora na surdina. Infelizmente esta é a realidade blogueira, acredito que em todo lugar).
Agradeço ao  amigo Sergio Kid  que me deu um retorno, infelizmente não pode participar por compromissos particulares que o deixaram sem tempo. O amigo de muitas postagens Paulo Gibi, também não pode estar conosco desta vez, mas quem sabe numa próxima oportunidade.
Conto nesta postagem com o talento, inteligência, personalidade e também uma grande  generosidade dos amigos: Matheus Guarany do Edição Extra Blog, Fabiano Caldeira do blog Socializando, Mac garen o (Wellington) do blog Clarim Diário e D@nil.B do Mídia e Ecologia.com. No final da postagem teremos os links dos blogs destes amigos queridos.
Mas vamos ao nosso post coletivo de hoje.
Gostaria de deixar claro que eu não mexi nos textos a ponto de mudar o estilo de cada um escrever. O máximo que fiz, foi editar alguma informação repetida, para não ficar cansativo para o leitor.
Vamos comentar sobre a edição americana Uncle Scrooge #380
*************************************************************************************************************
Já começamos bem, pois a capa é do sempre excelente mestre Disney Don Rosa.
Esta capa partiu de uma ideia do americano Bob Foster, foi desenhada pelo Don Rosa e teve cores de Jo Meugniot.
Aqui abaixo o índice da revista apresentando as histórias que fazem parte desta edição.
O Matheus Guarany  do Edição Extra blog nos apresenta o primeiro texto. Está abaixo desta imagem da primeira página da história do Don Rosa.
Matheus Guarany
The Island at the Edge of Time, no Brasil publicada como Sempre é tempo..., é uma HQ desenhada e roteirizada pelo artista americano Keno Don Rosa. A história tem 14 páginas e foi publicada pela primeira vez na revista alemã Micky Maus #1991-42, de 10 de outubro de 1991. No Brasil esta história foi publicada uma unica vez na revista Edição Extra - Incríveis Aventuras do Tio Patinhas, publicada em junho de 1993. Uma curiosidade, é que quando ela foi publicada aqui, o layout foi modificado para que ela ocupasse mais páginas, então, a história que originalmente tinha 14 páginas apareceu por aqui com 19 páginas.
Sinopse:
O Tio Patinhas descobrirá que o tempo prega peças estranhas nos assuntos dos homens (e patos). O satélite do Tio Patinhas descobre um ilha recém-formada, que tem um vulcão que expele ouro puro. O satélite cai na África após a descoberta, e o quaquilionário Pão-Duro Mac Mônei desvenda as informações contidas no satélite e descobre tudo sobre a ilha, e imediatamente ele parte para a ilha para reivindicar a posse do local. Na manhã seguinte, o Tio Patinhas recebe o relatório das informações captadas pelo satélite, e também fica sabendo da ilha com o vulcão que expele ouro. Então, Tio Patinhas e Pão-Duro Mac Mônei travam uma corrida para ver quem chega na ilha primeiro. Depois de vários contratempos, o Mac-Mônei chega primeiro, e algumas horas depois, o velho Patinhas chega. Mas, esperto como sempre, o Tio Patinhas sabe que a linha é atravessada pela Linha Internacional de Data (LID), e que, oficialmente, ele chegou na ilha um dia antes do Mac-Mônei, ao invés de algumas horas depois dele. Mas, Tio Patinhas não tinha percebido que Keoki, o guia que os leva até a ilha, reclamou a posse da ilha por acidente, logo que eles chegaram no local, quando ele fincou a estaca para prender seu barco e disse: "Como eu gostaria de dizer 'Essa ilha é de Okahoka'!".
Minhas considerações:
Sou suspeito para falar, mas acho essa história fantástica! Ela tem umas sacadas geniais, e, como de praxe, está recheada de gags visuais. O final é supreendente! 99% das pessoas que lêem a história e descobrem que a ilha é atravessada pela linha internacional do tempo, acham que ela já é do Tio Patinhas, mas quase ninguém pensa no Kaoki, o cara que os levou até a ilha, fincou algo na ilha e reclamou sua posse. Ou seja: é surpreendente ao quadrado! Uma história muito bem pensada, que deve ter dado um trabalhão para ser efetivamente concluída.
Além de Brasil e Alemanha esta história que traz Tio Patinhas, Donald e os sobrinhos e mais o Pão-Duro Mac Money, foi publicada ainda na Colômbia, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Islândia, Itália, Noruega, Polônia e Suécia. MG
************************************************************************************************************
Curiosidade e cultura: Segundo a Wikipédia  ( Linha Internacional de Data (LID), também chamada de Linha Internacional de Mudança de Data ou apenas Linha de Data, é uma linha imaginária na superfície terrestre que implica uma mudança de data obrigatória ao cruzá-la. Ao cruzar a linha de data de leste para oeste soma-se um dia e ao passar de oeste para leste subtrae-se um dia no calendário). O fenômeno da mudança de data foi explorado por Júlio Verne em "A Volta ao Mundo em Oitenta Dias", em que Phileas Fogg retorna a Londres após uma viagem ao redor do mundo. Viajando no sentido contrário de Fernão de Magalhães, o viajante pensa estar num dia posterior à data verdadeira. Um episódio semelhante ocorre no livro "Os Vinte e Um Balões".LD
***********************************************************************************************************
Abaixo da imagem, confira o texto de Fabiano Caldeira do blog Socializando  e de D@nil.B do blog Mídia e Ecologia.com.

Fabiano Caldeira
Nesta revista o que mais gostei foi ver algo que não tive o costume: Tio Patinhas tomando um cafezinho fora de sua caixa-forte e longe de seus sobrinhos. 
Estar sozinho de repente pode ser proposital e vantajoso para o velho pato endinheirado. 
Carl Barks parece que resolveu mostrar como é esse lado um pouco mais sociável de Patinhas através desta série de "gags" (histórias com uma página) onde ele frequenta uma lanchonete (mais precisamente um "Café") e procura arrumar um meio de tomar seu cafezinho pagando pouco.. bem pouco!
 Esta é a primeira delas. 
Coffee for Two (Um cafezinho) com roteiro e desenhos do Carl Barks. História criada em 27 de setembro de 1951 e Publicada pela primeira vez em março de 1952.
No Brasil, ela foi publicada pela primeira vez em Dezembro 1991 na revista Pato Donald #1954. Em seguida, também foi incluída na coleção O Melhor da Disney # 5 (Outubro de 2004). Também foi publicada na Alemanha, Austrália, Chile, Colômbia, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Italia, Noruega, Polônia, Reino Unido e Suécia. 
Curiosidade: Nesta primeira situação, o atendente tem orelhas de cachorro e nas demais não. FC
*************************************************************************************************************
D@nil.B
Depois da esplêndida história de Don Rosa que abre a edição, agora podemos contemplar uma tira do mestre Carl Barks. Aliás, temos quatro dessas para podermos rir muito. Todas elas escritas e desenhadas por Barks (só a cor que não foi de sua autoria, e sim de Susan Daigle-Leach).
Essa primeira foi denominada de Coffee For Two (Um cafezinho),  nela Tio Patinhas se rende aos pedidos incessantes de um mendigo, e oferece um café à ele. Utilizando a sua esperteza de sempre, é claro. D.B
Abaixo comercial chamanpara a edição de Donald Duck - Barks/Rosa Collection.
Abaixo você confere texto de Ludy para a aventura: The Legendary Crown of Queen Kazabra.
Ludy
The Legendary Crown of Queen Kazabra, ("A legendária coroa da rainha Kazabra" tradução livre). É uma história dinamarquesa, publicada pela primeira vez em 30 de abril de 2007.
Esta história tem como protagonista o pato Donald e ainda participam, Tio Patinhas, os sobrinhos Huguinho, Zezinho e Luisinho, Margarida, irmãos Metralha e o prefeito Leitão.
Roteiro do sueco Per-Erik Hedman nascido em Bjurholm em 1959 e os desenhos são do ótimo artista espanhol, Francisco Rodriguez peinado, nascido em 23 de julho de 1967 em Badalona. A arte-final é da também espanhola  Henriqueta perea.
Infelizmente esta história ainda não foi publicada no Brasil. Foi publicada em poucos países tais como Alemanha, Dinamarca, Estados Unidos, França, Noruega e Suécia.
Sinopse: Esta história envolve uma caça a um tesouro revelado num livro antigo. Patinhas atrasa a construção de uma rede de água para ir com Donald, os sobrinhos e Margarida a procura de um tesouro num vale. Esse tesouro é mencionado em um livro antigo encontrado por Margarida, que dizia que uma certa rainha má no poder tinha uma grande quantidade de ouro roubado  escondido e esse outro deveria estar enterrado nesse vale. Uma história cheia de aventura e perseguições. LD
***********************************************************************************************************
Abaixo você confere o texto de D@nil.B e Fabiano Caldeira para mais uma gag de uma página do Barks, envolvendo o personagem Joe.
D@nil.B
Depois de mais uma HQ, vem a Diner Dilemma (Um Dilema Alimentar - tradução livre), a 2ª piada de Barks da edição. Publicada em OMD volume #7, ela mostra o Tio Patinhas querendo um desconto no café. O vendedor explica os motivos para negar o pedido, mas, com sua lábia, Patinhas consegue barganhar. Infelizmente o vendedor inesperiente não conhecia a astúcia do pato mais rico do mundo. D.B
*************************************************************************************************************
Fabiano Caldeira
Na segunda gag vemos que o atendente já conhece a personalidade do pato muito bem, pois não parece nada feliz em vê-lo. História americana com roteiro e desenhos de Carl Barks, protagonizada pelo Tio Patinhas e o personagem Joe.
Esta gag foi criada  em 25 de fevereiro de 1954 e publicada pela primeira vez em setembro  do mesmo ano. No Brasil, foi publicada apenas em O Melhor da Disney #7 (Novembro de 2004). Também foi publicada na Alemanha, Austrália, Chile, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, México, Noruega, Suécia. FC
*************************************************************************************************************
Você vai conferir logo abaixo a história Back to the big house. Texto de Ludy.
Ludy
Back To The Big House, (Caminho Sem Volta). Foi publicada em 2000. É uma história dinamarquesa com roteiro do casal americano Pat McGreal (nascido em 1953) e Carol McGreal com desenhos de Maria José Sãnches Núñez (espanhola nascida em Cordoba em 8 de novembro de 1961).
Esta história foi publicada somente uma vez no Brasil, no Tio Patinhas #423 de outubro de 2000 (o mesmo Tio Patinhas que traz a história de Don Rosa "Em Busca de Kalevala!").
Esta história foi publicada também na Alemanha, Bulgária, Dinamarca, Estados Unidos, Finlândia, Holanda, Hungria, Itália, Noruega, Polônia, Portugal e Suécia. LD
*************************************************************************************************************
Abaixo você confere o texto de Fabiano Caldeira e D@nil.B para a terceira gag do Barks nesta edição Uncle Scrooge #380.
Fabiano Caldeira
Nesta terceira gag da série, vemos Patinhas aplicar o truque da xícara que de repente apresenta-e mais funda do que o normal.
Deep Decision, foi criada por Carl Barks em 9 de dezembro de 1954 e publicada pela primeira vez em junho de 1955.
Os protagonistas da história são o Tio Patinhas e o Joe.
No Brasil foi publicada somente em O Melhor da Disney #6 (Novembro de 2004). 
Também foi publicada na Alemanha, Austrália, Chile, Dinamarca, Finlândia, França, Holanda, Itália, México, Noruega, Reino Unido e Suécia. FC
*************************************************************************************************************
D@nil.B
Em Deep Decision (Decisão Sagaz), publicada em OMD volume #6 (Brasil), mais uma vez Barks usa o Tio Patinhas para se sobresair ao pobre vendedor de bebidas. Ele por sua vez já está escolado em relação às suas sagacidades, mesmo assim cai em mais um truque do velho sovina. D.B
*************************************************************************************************************
Abaixo comercial da revista Uncle Scrooge #380 chamando para a edição Duck tales - The Gold Odyssey.
Abaixo após a imagem da primeira página da história. Fabiano Caldeira nos apresenta mais  um texto com a marca da qualidade FC.

Fabiano Caldeira
The Treasure of Alexander the Great ("O tesouro de Alexandre, o grande"), é uma daquelas aventuras na qual Tio Patinhas pega seus sobrinhos e vão à caça de fortuna para enriquecer-se ainda mais, tanto pela finança em si quanto pela experiência de lembrar-se que vivenciou.
Professor Pardal é quem lhe ajuda, desta vez, com uma das "n" geringonças que faz com que a família pato viaje pelo tempo e vá parar nos tempos do então conhecido Alexandre, o grande - príncipe e rei da Macedônia que nasceu em 20 de Julho de 356a.C. e morreu em 10 de Junho de 323a.C. ("a.C" quer dizer "antes de Cristo", se há alguém que não saiba.rsrsrs...).
História criada na Holanda e publicada pela primeira vez em 10 de janeiro de 2003.
Nesta história  aparecem, Huguinho Zezinho e Luisinho, Pato Donald, Prof. Pardal e o velho muquirana Tio Patinhas. 
O roteiro é de Piet Zeeman e desenhos de José Ramón Bernado.
Essa HQ também consta como inédita no Brasil (segundo os dados do Inducks) - se compararmos às demais, também torna-se inédita em vários outros lugares, pois ela foi publicada apenas na Dinamarca, Finlândia, Holanda, Noruega e Suécia. FC
************************************************************************************************************
Abaixo a última gag de uma página do Barks trazendo o personagem Joe com textos de D@nil.B e Fabiano Caldeira.
D@nil.B
Nessa última piada de Barks em relação ao vendedor, chamada Doughnut Dare (Rosquinha Ousada) e publicada, no Brasil, em OMD volume #8, Tio Patinhas (já tendo usado todos os truques que o vendedor poderia acreditar) resolve apelar para uma aposta. Não é preciso nem dizer que ele leva a melhor, depois de ter enganado o pobre vendedor mais uma vez. D.B
*************************************************************************************************************
Fabiano Caldeira
Quarta parte da série, esta gag mostra Patinhas arrumando um jeitinho para saborear um cafezinho sem precisar tomar direto da xícara.
Doughnut Dare, foi criada em 2 de junho de 1955 e publicada em dezembro daquele ano.
Os protagonistas são Joe the diner owner e Tio Patinhas.
Roteiro e desenhos de Carl Barks.
No Brasil, foi publicada apenas em O Melhor da Disney #8 lançada em 2004 (não há informação do mês). Também foi publicada na Alemanha, Austrália, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Noruega e Suécia. FC
Página com comercial da edição Uncle Scrooge #380.
Abaixo da imagem, você vai conferir o texto/comentário do Wellington ' Macgaren" do sempre ótimo blog Clarim Diário e do Fabiano Caldeira em mais um ótimo texto.

Wellington "Macgaren)
A Game of One-Cupmanship à primeira vista o que chama a atenção nessa história é o Joe. Personagem criado por Carl Barks apenas para algumas histórias de uma página, (e que estão publicadas nesta edição) Ele chama a atenção por ser algo raro a reutilização de personagens secundários nas histórias Disney. No caso do Joe, se fosse um filme ele seria aquele personagem que passava lá no fundo e depois nunca mais daria as caras.Tanto que ele faz o perfeito esteriótipo do personagem "Participação especial" que Barks criava: Um cachorro com um grande nariz preto. Vê-lo em outras histórias do próprio Barks seria algo que ninguém esperava. Então o que dizer de uma história de outro autor?
Então parabéns ao roteirista Kari Korhonen por resgatar o personagem. E a história funciona como uma homenagem ao universo dos patos criado por Barks. Arrisco a dizer que se as outras histórias com o personagem não tivessem sido publicadas nessa mesma edição, a grande maioria dos leitores nem iria reconhece-lo. A não ser claro que fosse um grande fã do Mestre.
É uma pena que essa história nunca tenha saído aqui. fiquei curioso agora. W Mc
*************************************************************************************************************
Fabiano Caldeira
A Game of One-Cupmanship   
 Nesta trama, inspiradas nas gags de Carl Barks, Tio Patinhas vai atazanar o pobre Joe, retratado por ele como proprietário de um Café que não fica nada feliz quando vê o velho pato muquirana entrar em seu estabelecimento porque ele sabe que aquele é um momento delicado e constrangedor devido ao pato sempre querer economizar meros centavos com uma simples xícara de café. 
Desta vez, a história feita por Kari Korhonen não mostra o estabelecimento de outrora, mas, sim, um espaçoso porém modesto restaurante e Joe era o proprietário e também mestre cuca. Agora, Patinhas também pegou a mania de ler os jornais sem pagar com a desculpa de que está tomando seu "bom e conhecido" cafezinho.
 Atire a pedra pedra quem nunca entrou em um estabelecimento que fornece leitura de revistas e jornais e "beslicou" esses informativos enquanto tomava um inocente cafezinho. rsrsrs...  História da Dinamarca, com roteiro e desenhos de Kari Korhonen. Publicada pela primeira vez em 2 de janeiro de 2008.
Apesar das gags de Carl Barks sobre o tema terem sido todas publicadas no Brasil. Esta HQ de Kari Korhonen foi uma excesão, o que torna uma ótima oportunidade para a Editora Abril verificar uma possibilidade de publicá-la em alguma revista do Tio Patinhas.
Além desta edição Uncle Scrooge #380 dos Estados Unidos, ela já saiu também na Alemanha, Dinamarca, Finlândia, França, Holanda, Noruega, Polônia, Suécia. FC
Aqui em cima Informações da edição e leitores americanos deixando seus comentários por e-mail. Abaixo a contra capa desta edição desenhada por Don Rosa para a história dinamarquesa "Scrooge McDuck's Lost Realms".
Esta postagem sobre a edição #380 da revista Uncle Scrooge americana, teve a colaboração dos meus amigos queridos e bacanas que estão sempre trazendo informações e novidades para o mundo dos quadrinhos Disney. Pessoas inteligentes que eu tenho a honra de ter amizade mesmo que a distância. Obrigado rapaziada pela força nesta postagem. Não teria ficado tão legal sem a ajuda de vocês.
Meus amigos tem seus blogs e seus compromissos profissionais e familiares mas mesmo assim acharam um tempinho para me ajudar nesse pequeno projeto de postagem coletiva. Visite os blogs desses amigos e veja a quantidade de ótimas informações que você vai adquirir em cada um deles.
FABIANO CALDEIRA : BLOG SOCIALIZANDO
MATHEUS GUARANY: EDIÇÃO EXTRA BLOG
WELLINGTON "MACGAREN": CLARIM DIÁRIO
Fonte: Uncle Scrooge #380 (acervo pessoal), texto de Matheus Guarany, Fabiano Caldeira, D@nil.B, Wellington "Macgaren" e Ludy. Pesquisas no Inducks.

29 comentários:

Matheu$ Guarany disse...

Clap, clap, clap (batendo palmas!) Ficou beeeeeeem legal Ludy, foi divertido participar.

Gostei bastante dos textos dos colegas! E também da sigla que cada um recebeu, hahaha o FC de Fabiano Caldeira me lembra o "Futebol Clube" que fica depois dos times de futebol, assim como no "Vila Xurupita F.C.", hahaha...

Só um detalhe... ontem eu te enviei dois emails, você viu? É que o primeiro ficou inacabado, porque eu apertei o "enviar" sem querer (e eu mandei o meu texto pela metade, que foi o que vc pôs aí), e uns 10 minutos depois de mandei o texto completo, mas não sei se você viu... Se você viu, e resolveu tirar o complemento, beleza, eu só quero ter certeza de que eu te enviei o texto completo.

Abração amigo, e faça mais postagens assim no futuro!

Matheus

Pablo Gabriel disse...

Você colocou um comercial do gibi em vez das tiras do Carl

FabianoCaldeira. disse...

Oi, Luis! Gostei muito dos textos dos colegas e dessa matéria "diferente". Quem sabe, numa próxima vez, mais colegas possam participar também... ficou muito bom.
Pois é... o meu FC lembrou Futebol Clube... em tempos de copa do mundo chegando aqui no país, não podia ter sigla melhor, né? rsrsrs...

Parabéns! FabianoCaldeira.

Macgaren disse...

Ora. Ficou legal essa "postagem à várias mãos"
Como vc disse é interessante ver o mesmo ponto de vista de várias pessoas sobre o mesmo assunto.

Sobre as siglas, a que usou pra mim , me lembrou uma série antiga que passava na Manchete
http://www.youtube.com/watch?v=LUPfLrr-gmw (Bons tempos)
Agora voltando à postagem foi um prazer participar. Quando tiver outra, se eu puder, estarei por aqui novamente o/
Abraços e parabéns pela idéia

Paulo Gibi disse...

Oi Ludy, a postagem ficou excelente. Não imaginava que poderia ter uma sequencia de histórias do Tio Patinhas assim, num café, e com personagem secundário fixo para a sequencia. Muito legal ver o ponto de vista dos colegas. Abs a todos e parabéns pela bela iniciativa. Paulo

Ludy disse...

Matheus meu amigo, infelizmente eu não recebi o seu segundo e-mail, vasculhei novamente a minha caixa de entrada e realmente só veio esse que você enviou primeiro. Se você desejar enviar o texto mais completo eu terei o maior prazer em substituir aqui na postagem. Envie por favor afinal de contas você é um dos caras que mais entende de Don Rosa, seria legal um texto seu com mais detalhes. Abração amigo e até breve.

Ludy disse...

Pablo, revisei a postagem e sinceramente não entendi o que você desejou dizer, pra mim tá tudo certo. Me explique melhor por gentileza.

Ludy disse...

Meu amigo FC, teus textos ficaram muito bons. Como sempre tu escreve super bem. Como disse o Matheus o teu FC realmente nos remete a Futebol Clube. Mas não deixa dé ser show hehehehe. Abração amigo e obrigado pela participação.

Ludy disse...

Obrigado amigo Mac, pela participação. Gosto de ler teus textos e teus pontos de vista sobre vários assuntos, te acho um cara extremamente inteligente e com um texto gostoso de ler. Abração Mac, tua presença aqui no blog é sempre motivo de alegria pra mim. valeu mesmo pela participação.

Ludy disse...

Grande Paulo. obrigado pelo teu comentário. Espero que numa próxima oportunidade você possa estar conosco, trazendo os seus pontos de vista sempre equilibrados. obrigado pelo comentário. Até breve.

Paulo Gibi disse...

Oi Ludy, tudo certo amigo, é que ainda estou sobrecarregado no trabalho, com horário estendido. E acredito que por todo o mês de Abril. Espero, em maio, retornar à minha rotina normal. Abs. Paulo

D@nil.B disse...

Ficou bem bacana essa compilação de textos e diversidade de opiniões. Infelizmente Matheus esqueceu de escrever a sinopse da 1ª HQ (estava esperançoso em saber do que a história trata). No resto foi tudo uma maravilha!
As siglas também foram uma boa sacada! Além de FC, gostei de DB, que me lembrou Daniel Branca, um excelente desenhista!

Vejo que esqueci de incluir alguns detalhes e o ano da publicação original no meu texto. Mas fico feliz que Fabiano tenha complementado essa minha falha. :) Também vi que complementaste o erro que cometi no título em português do meu primeiro texto. Ao invés disso, você poderia simplesmente ter substituído pelo verdadeiro. É que dois títulos da mesma HQ fica meio estranho, não? ;)
Além disso gostaria de sugerir que quando não houver um título em português, você poderia traduzir do inglês (ou de outra língua), assim como fiz.
Ah, e você poderia consertar o nome do meu blog? O correto é "Mídia e Ecologia.com", e não "Mídia & Ecologia". Obrigado desde já.

D@nil.B disse...

Ludy, resolvi divulgar esta belissíma resenha no nosso fórum! Se quiser conferir --> http://projetoinducks.forumeiros.com/t95-uma-amigavel-resenha

Falando nisso, não o vejo muito por lá. É falta de tempo?

FabianoCaldeira. disse...

OLá! Eu não gosto de futebol, mas tomei a brincadeira como elogio, até me simpatizei com essa ideia do FC.
Eu não me atentei na última história que tinha dois nomes. Só aqui foi que eu vi. Foi um descuido meu. Os dois nomes foram publicados, então, ok... tentarei ter mais cuidado.

FabianoCaldeira.

Ludy disse...

Paulo meu amigo, não se preocupe eu entendo perfeitamente tudo isso. Eu também estou passando por uma falta de tempo enorme. Para fazer esta postagem por exemplo eu tive que fazer isso durante a madrugada. Talvez você não acredite mas eu comecei por volta de 03:00 da manhã fui terminar parte dela às 07:00, depois levei mais uma hora arrumando detalhes e concertando pequenos erros e revisando a té que lá pelas dez e pouco eu achei que estava boa pra colocar no blog. Afinal de contas eu tinha um compromisso com meus amigos e não gostaria de decepcioná-los. Mas acho que valeu a noite em claro. Eu gostei do resultado e acho que os nossos amigos que enviaram os textos também ficaram satisfeitos. Abração Paulo, temos que conversar mais, a falta de tempo vai afastando as pessoas. Até breve.

Ludy disse...

Grande D@nil.B, cara que bom que você gostou da postagem, eu também gostei muito dos seus textos, objetivos e bem interessantes.
Amigo já fiz todas aquelas mudanças que você me sugeriu, se ainda tiver alguma que eu tenha esquecido me avise que eu corrijo lá ok?

Muito obrigado pela tua participação valeu muito.

Que legal que você vai colocar lá no Projeto Inducks este texto vou lá conferir depois.

Eu realmente tenho aparecido pouco por lá por pura falta de tempo. Mas estou tentando me organizar para voltar a ser mais presente lá e nos blogs dos amigos. Abração e obrigado de novo pela generosidade em enviar os textos e participar da nossa brincadeira de postagem coletiva.

Ludy disse...

Salve amigo Fabiano. Sabe que eu também não "curto" futebol, mas tenho muitos amigos que adoram, mas mesmo assim não consigo assistir a uma partida de futebol, é uma coisa que realmente não me interessa, mas não critico quem gosta e é apaixonado. Tem muita gente que não gosta de quadrinhos e principalmente Disney, então estamos empatados (usando um termo do futebol).
Acho que ficou legal o FC sim rsrsrs, também tem a ver com Ficção Científica, com Famosos e Celebres etc.

Quanto ao título eu fui lá na postagem e tirei aquele que aparece no Inducks e deixei só o que consta na revista pra não confundir o pessoal.
Fabiano mais uma vez obrigadão pela tua generosidade e teu tempo (que não foi perdido, pois aí está o post e teus ótimos textos para confirmar). Até breve amigo.

Matheu$ Guarany disse...

Oi D@nil!

Eu fiz a sinopse, mas acabei não enviando. Do jeito que eu enviei o email errado pro Ludy, acho que pareci meio grosso no email(sem dizer "Abraços" ou "até mais"), mas acabei de reenviar o email. Verifica lá, Ludy! Como eu disse no email, fique a vontade para editá-lo

Abraços a todos

Matheus

Matheu$ Guarany disse...

Putz, acabei de descobrir porque o Ludy não recebeu meu email... eu mandei no outro email dele! Sorry Ludy, culpa minha... acabei de mandar pro email certo.

Abração
Matheus

Ludy disse...

Amigo Matheus deu tudo certo e tua postagem correta já está lá na integra. Por sinal um ótimo texto, gostei muito. Parabéns pelo teu belo trabalho.

Aproveito para te parabenizar pelo maravihoso Edição Extra blog e pelo Projeto Inducks, esse fórum de quadrinhos Disney é sensacional. Abração amigo Matheus e obrigadão por participar da nossa brincadeira de postagem coletiva. Valeu mesmo.

D@nil.B disse...

Eba!!

D@nil.B disse...

Ficou muito boa a sinopse! Parabéns pelo senso crítico que tens, Mac!
Só umas considerações: Acho que o correto seria Pão-Duro Mac Mônei, e não Patacôncio. E o nome correto é Linha Internacional de Datas, e não do Tempo.
Desculpe pela chatice.

Quando li MG, Minas Gerais passou logo pela minha cabeça. :)

Matheu$ Guarany disse...

Putz, duas falhas minhas, valeu pela correção, D@nil. Ludy, vc pode consertar a minha mancada? hehe...

Ludy disse...

D@nil.B um detalhe você chamou o Matheus de Mac no teu comentário acima (sei que foi um equívoco), Mac é o nosso querido amigo do blog Clarim Diário que também participou desta postagem. Também já arrumei na postagem O nome do Pão-Duro e Linha Internacional de Data. MG é mesmo Minas Gerais belo estado brasileiro, ou também poderia ser MAGNÂNIMO GURU, ou ainda MESTRE GIBI ou MÁXIMO GARANHÃO agora o Matheus ficou feliz Iac!, Iac!, Iac!!!

Abração D@nil.B obrigado pelas dicas para melhorar a postagem, você é um cara extremamente observador e isso é muito bom, pois consegues passar dicas que deixamos passar e assim podemos concertar alguns erros que ficam pelo caminho. Valeu amigo.

Ludy disse...

Matheus nem esquenta, já está tudo corrigido lá no post, eu também acrescentei uma curiosidade sobre a Linha Internacional de Data ou LID como ela é conhecida. Pra ver como os quadrinhos Disney e Don Rosa podem trazer cultura e informações para os leitores. Abração amigão e até breve.

Matheu$ Guarany disse...

Brigadão, Ludy!

E também obrigado pelos outros possíveis significados de MG, huá-huá-huá!

D@nil.B disse...

Ops, é mesmo! É que são tantos Ms (Mac, Matheu$, Minas, etc) que acabei me confundindo...
Don Rosas e Matheuses também são cultura minha gente!!!

Obrigado pela observação que fez de um observador, Ludy. Tem muita gente que observa que sou mesmo um observador (vixe!). XD
Os outros significados para MG também foram bem sacados! Fazia tanto tempo que não lia a palavra Magnânimo... :)

Ludy disse...

De nada Matheus. Foi ótima tua participação. Hehehe eu achei que você iría gostar dos outros possíveis significados para MG rsrsrsrsr.
Valeu amigo.

Ludy disse...

Grande D@nil.B. eu te entendo perfeitamante isso acontece comigo muitas vezes.

Obrigado pela tua super participação...magnânimo amigo.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails