segunda-feira, 11 de abril de 2011

CLÁSSICOS da LITERATURA DISNEY: Uma Divina Comédia de Erros e Acertos... na coleção mais importante dos últimos anos!!!

Chega ao fim Clássicos da Literatura Disney, depois de 40 edições.... a coleção mais importante dos últimos anos (ao menos pra Disney/Abril, já que fazia um certo tempo que a Panini vinha investindo pesado em coleções igualmente variadas e caprichadas - só que pra outros gêneros, é claro)!!!
Importante sim, isso não tem como negar.... pois essa coleção trouxe mais visibilidade aos quadrinhos Disney perante a mídia e ao público. Até então, os gibis da concorrência (Panini) ofuscavam os da Disney nas bancas. 

Mas isso mudou graças à uma ferrenha divulgação e publicidade feita em torno dos CLD: que geraram uma corrida às bancas logo em seu lançamento. A iniciativa era genial... a ideia da coleção em si também era bastante atraente... a divulgação foi bastante abrangente: mas a distribuição começou a apresentar falhas bastante graves no começo, trazendo dificuldade pra alguns leitores encontrarem as revistas em certas localidades e pontos de venda do país. Além da distribuição que parece não ter dado conta da demanda e do interesse gerado em torno da coleção.... alguns problemas de estrutura começaram a aparecer: páginas que descolavam e defeitos de impressão (como a pág. inicial da história do Don Rosa no Vol. #14 – “Guerra dos Mundos” – que foi impressa em baixa resolução... além da impressão borrada no Vol. #37 – “Sandokan”... e os personagens pintados da mesma cor no Vol. #19Gulliver”) Capas abaixo.

Mas nada disso minimizou a importância que essa coleção teve.... pois desde que ela se iniciou, ficou nítido um maior interesse do público por gibis da Disney:
E a Abril parece finalmente ter ACORDADO pro mercado depois de anos empurrando com a barriga essa merréca de gibizinhos mensais fininhos e sem tentar manobras mais ousadas pra enfrentar a concorrência massiva da Panini
Ah, teve a coleção do Carl Barks (O Melhor da Disney), é claro: mas isso foi há uma boa pá de anos atrás: não conta, porque de lá pra cá a panini publicou quase 10 vezes mais encadernados e se tornou líder de mercado (passando a perna na Abril, que tinha bem mais estrada de experiência que a Panini). 
Mas enfim... 
Sobre a coleção em si.... ela foi bastante irregular, variando entre edições magníficas, boas, regulares, e até horrorosas: teve história pra agradar (e desagradar) a todos. Mas o saldo final foi bastante positivo sobre vários aspectos: pois quem gosta de republicações e material clássico (que é o meu caso) foi bem servido com verdeiras obras-primas que há tempos não saíam no Brasil. E quem gosta de material inédito... também se deu bem com uma pá de material novo (que se não fosse essa coleção talvez sequer teriam espaço pra serem publicados)!!!

Teve verdadeiras preciosidades nessa coleção. Pra mim, o principal destaque foi a deslumbrante edição #13 (A Divina Comédia): tão sensacional que tive que dar um jeito de encaixar o nome dela em algum trocadilho cretino no título desta matéria, rs.  
Outra que eu adorei foi a edição #12 (20.000 Léguas Submarinas), que gerou bastante polêmica ao apresentar uma história com personagens “humanos”, que foi uma adaptação excelente do livro (talvez o melhor de Júlio Verne), mas parece que alguns leitores se sentiram incomodados ao se depararem com figuras “humanas” (sabe-se lá porque – talvez pelo fato das figuras humanas os fazerem lembrar que existe um mundo real fora da válvula de escape que os gibis representam pra eles – mas isso é apenas um chute meu: pois não sou psicólogo pra afirmar isso com maior propriedade, rs). Porém, essa mistura de humanos com patos, a meu ver foi uma bela homenagem ao saudoso Almanaque Disney (que também trazia muitas histórias com personagens humanos dividindo a mesma revista com patos, ratos e papagaios)!!!
Nem vou me estender muito comentando as melhores edições... mas também apreciei muito os Vol. #6 (Marco Polo); #9 (Guerra e Paz); #22 (James Bond); e o #30 (Um Conto de Natal). Edições estas, simplesmente espetaculares: verdadeiras obras-primas Disney!!!

É claro que numa coleção de 40 encadernados... com histórias variadas produzidas em diversos países e ao longo de qualquer data... era inevitável que viesse também muita tranqueira junto. 
Assim, eu destacaria entre as piores de toda a coleção: o Vol. #8 (Mágico de Oz – que nos brindou com desenhos medonhos); #14 (Guerra dos Mundos – com ETs “fofinhos”).
 E o Vol. #20 (já que o tema “futebol” não tem absolutamente NADA a ver com literatura, apesar da desculpa esfarrapada contida na introdução: que tenta justificar – EM VÃO - a escolha do tema)!!!
Outras obras REALMENTE LITERÁRIAS (das coleções itália/espanha) acabaram
(infelizmente) ficando de fora: "O VELHO E O MAR" e "EL CID"... por exemplo!!!Existe
também uma versão Disney da obra "Os Lusíadas"... mas esse é da série “Pateta faz História” (que já vai sair completa aqui).
No balanço final das contas....Podemos ver que o FORTE dos pontos negativos.... são quase todos de ordem ESTRUTURAL e ORGANIZACIONAL da editora e distribuidora (não é culpa da COLEÇÃO EM SI)!!!
 Já os pontos POSITIVOS foram vários (que eu listei ao longo do texto).... mas o principal (a meu ver) ainda foi o incentivo que essa coleção trouxe à leitura: despertando o interesse pelos LIVROS que geraram os gibis também (e são livros magníficos que podem ser encontrados em formato pocket bem baratinhos)!!!
de quebra... o sucesso da coleção abriu as portas pra novos lançamentos que vieram e ainda virão na cola desse sucesso. Parece que a Abril se animou mais a competir e enfrentar de frente a concorrência, investindo em uma série de novos gibis e especiais. Até a próxima. Leo Radd

Fonte: Texto de Leo Radd (colaborador e resenhista do Universo Disney blog), Inducks Brasil, imagens das capas enviadas por Luciana Gomes do atendimento ao leitor da editora Abril, durante o ano, por e-mail, demais imagens retiradas da rede em diversos sites relacionados a HQs Disney.

10 comentários:

FabianoCaldeira. disse...

Olá, boa tarde! Tudo bem?

Excelente texto. Apenas gostaria de acrescentar que boa parte do sucesso da vendas da coleção Clássicos da Literatura Disney deve-se a nós, fãs e também divulgadores dessas obras em sites, blogs e redes sociais Internet afora.

Nunca, na história das publicações de coleções Disney pela Editora Abril, fizemos um trabalho de exposição de capas e conteúdos tão bom quanto agora. Tal ação foi a grande causadora pelos estímulos gerados na população que levou-a às bancas e sites para também garantir a sua.

Portanto, se hoje as estatísticas da editora estão bem satisfatórias sobre esse projeto, é mérito nosso também - de todos nós.

Se não houvesse nosso esmero de fã em falar, escrever e mostrar exaustivamente os exemplares, talvez essa coleção estaria fadada ao destino que teve algumas outras: estaria nas bancas em meio a uma série de outros títulos de outras praças, escondida em algum canto qualquer, rezando para que alguém tenha uma luz que a descubra ali e queira adquiri-la.

Parabéns a nós! A todos nós!
Abraços. FabianoCaldeira.

Pablo Gabriel disse...

As revistas da Abril fazem sucesso,os gibis por outro lado ficam escondidos cobridos pela chata Turma da Mônica,onde eu moro falta o volume 40.

Paulo Gibi disse...

Olá Leo, que texto excelente. Claro e muitíssimo afinado com a realidade. A coleção CLD é exatamente assim como você falou. E sei que você é apreciador da boa literatura, e sabe do que está falando. Como leitor dos quadrinhos, também tive uma boa impressão dessa coleção, mas, como você destacou tão bem, tivemos que conviver com erros na estruturação e logistica. Parabéns amigo, e que venham mais textos. Abraços. Paulo

LEO disse...

É verdade, Fabiano...

a divulgação dos blogs e sites especializados, certamente contribuiu mto pro sucesso da coleção:

o segredo do sucesso de um gibi é determinado pela soma da divulgação + a compra do produto!!!

tem mto gibi bom q fracassa nas vendas por falta de divulgação...

até+

LEO disse...

E valew, Paulo...

confesso q fui um dos leitores q tbm se entusiasmou em comprar alguns livros q inspiraram a coleção!!!

tem vários livros q resolvi comprar do ano passado pra cá, inspirado pelas adaptações dessa coleção!!

e o melhor de tudo... é q quase todos os livros tão disponíveis no formato de bolso: custando entre 10 e 20 reais no máximo!!!

chega a dar gosto colecionar livros assim... baratinhos, e fáceis de guardar (ocupam pouco espaço na estante)!!!

BLOG DO XANDRO® disse...

Parabéns pela excelente matéria...abçs!;)

Pablo Gabriel disse...

Eu ja li os melhores,e começei ler Guras dos Mundos

Ronaldo Padovani disse...

Olá. Comecei a comprar a coleção a partir do volume 6 e nunca consegui encontrar os volumes de 1 a 5. Alguém pode me ajudar?

Anônimo disse...

uma pena de nao colocarem algumas das obras muito mais importantes que "magico de oz", e deixar de mencionar escritores muito mais importantes como Agatha christie(onde uma de suas obras foi escrita no final do vol. 26, cujo o título nem aparece na capa). Sinceramente acho uma falta de respeito.

Mateus Villela disse...

Excelente coleção, minha preferida!!!! Dou destaque para as 4 edições que tenho: O Motim, As Aventuras do Barão de Munchausen, A Descoberta da América e 1001 Noites!!! Li todos esses, tenho e adorei TODOS!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails