sábado, 23 de abril de 2011

Uma viagem a bordo do Almanaque Disney #1 (1970)

Hoje apresento mais um dos tesouros da minha coleção Disney. Uma das revistas que eu sempre gostei muito.  Embora tivesse  um mix de personagens, que muitas vezes não me agradavam. Com vocês o Almanaque Disney número #1 (essa abaixo é a capa da minha edição, está velhinha, desgastada em algumas partes da capa, mas tem um valor "gigante" para mim). A capa tem a "mão" e o talento de vários artistas Disney. Os personagens no carro e o Paulo Bunyan são de Tony Strobl. Já o Tiraprosa "o bom" é do mestre Paul Murry e os demais desenhos, Metralha, Branca de Neve e Pato Donald são todos do Jorge Kato.
Almanaque Disney #1 (4 de dezembro de 1970)
O natal de 1970 estava chegando (eu tinha seis anos), quando surgiu nas bancas num dia 4 de dezembro de 1970 essa revista chamada Almanaque Disney (inspirada na edição americana Walt Disney Comics Digest) que trazia uma miscelânea de personagens em um almanaque que começou com 164 páginas e algumas edições depois caiu para 132 páginas (e permaneceu com 132 páginas até o seu final em julho de 2005 com 372 edições publicadas). 

A história que abre o Almanaque Disney #1, Chama-se "A Marcha dos Cupins Gigantes" no original inglês (The March of the Giant Termants). 
Foi publicada pela primeira vez em setembro de 1970 (o legal que menos de três meses depois já estava sendo lançada no Brasil). Essa aventura com roteiro de autor desconhecido (segundo o Inducks), desenhos do falecido Tony Strobl, (12 de maio de 1915 - 29 de dezembro de 1991) e arte-final de Steve Steere (poucos detalhes se sabe sobre esse artista, só que nasceu nos anos 20). Personagens que aparecem nessa aventura são: Escoteiros Mirins, Huguinho Zezinho e Luisinho, Irmãos Metralha e Pato Donald.
No Brasil "A Marcha dos Cupins Gigantes" foi publicada três vezes. A primeira vez nessa edição do Almanaque Disney, depois no Disney Especial # 27 Os Músicos, de dezembro de 1976 e por último no Disney Especial Reedição # 23 Os Músicos, de agosto de 1984.
Abaixo um pouco de nostalgia com um comercial do Toddy felicitando os leitores pelo natal que se aproximava (note a grafia das palavras no comecinho dos anos 70)
A segunda aventura dessa edição vem com Peter Pan e Capitão Gancho em: Cadê o navio, Capitão? (no original inglês,  (The Capture Captain Hook & Peter Pan). 
História publicada  pela primeira vez em julho de 1953, esse roteiro também é de autor desconhecido e os desenhos são do ótimo Al Hubbard (26 de maio de 1913 - maio de 1984). No Brasil essa aventura foi publicada em cinco oportunidades. A primeira vez foi em O Pato Donald #194 de 26 de julho de 1955, depois saiu nessa edição do Almanaque Disney que comento hoje. A terceira vez foi republicada no Disney Especial #21 Os Piratas de fevereiro de 1976, saiu também no Almanaque Disney #148 de setembro de 1983.  A última vez que foi publicada no país, seis anos depois, em Clássicos Disney - O filme em quadrinhos: Peter Pan de fevereiro de 1989. 
Abaixo um comercial do extinto Mobral. E era uma iniciativa das revistas Abril de apoio ao Mobral.  
Segundo a Wikipédia O Movimento Brasileiro de Alfabetização (MOBRAL) foi um projeto do governo brasileiro,e propunha a alfabetização funcional de jovens e adultos, visando "conduzir a pessoa humana a adquirir técnicas de leitura, escrita e cálculo como meio de integrá-la a sua comunidade, permitindo melhores condições de vida".
Criado e mantido pelo regime militar, durante anos, jovens e adultos frequentaram as aulas do MOBRAL, cujo objetivo era propocionar alfabetização e "letramento" a pessoas acima da idade escolar convencional. A recessão econômica iniciada nos anos oitenta inviabilizou a continuidade do MOBRAL, que demandava altos recursos para se manter. Seus Programas foram assim incorporados pela Fundação Educar.
Aqui abaixo você confere mais um dos clássicos Disney. A história de Paul Bunyan. Segundo a Wikipédia, Paul Bunyan é um lendário lenhador gigantesco que aparece em alguns relatos tradicionais do folclore dos Estados Unidos. Foi criado pelo jornalista americano James MacGillivray. Está relacionado aos estados de Michigan, Wisconsin e Minnesota, onde goza de grande popularidade.
A versão em quadrinhos de Paul Bunyan foi publicada pela primeira vez em fevereiro de 1959, numa história de 32 páginas com roteiro do já falecido Don Christensen (Donald Ragnvald Christensen: 6 de julho de 1916 - 18 de outubro de 2006) e desenhos do ótimo artista Disney, Jack Bradbury também já falecido (John Morin Bradbury: 27 de dezembro de 1914 - 15 de maio de 2004). A história de Paul Bunyan foi publicada somente uma vez nos Estados Unidos na revista Silly Symphonies #9 de fevereiro de 1959 e duas vezes no Brasil, no Almanaque Disney #1 que comento hoje e no Disney Especial #131 Os Grandes Duelos de janeiro de 1992. Abaixo a animação da Disney para Paul Bunyan em duas partes.
Abaixo uma histórinha de Pinóquio e Grilo Falante
Quando um bravo  correu (no original inglês - When You Show Your Gums...Smile!), história publicada pela primeira vez em janeiro de 1969. Roteiro de autor desconhecido e desenhos do excepcional Paul Murry (25 de novembro de 1911 - 4 de agosto de 1989).
O nome do nosso herói, segundo o Inducks, é: Tiraprosa de Chumbo Grosso ( Buck Duck), já na capa da edição desse Almanaque Disney #1 e nessa página de abertura da história o nome é: Tiraprosa O bom
Essa  aventura com o Tiraprosa foi publicada somente uma vez nos Estados Unidos, (justamente na revista que serviu de inspiração para ser criado o Almanaque Disney), na ótima  Walt Disney Comics Digest, na sua edição #7 de janeiro de 1969, (detalhe: lá nos Estado Unidos essa revista vinha com 196 páginas). Essa história foi publicada três vezes no Brasil. A primeira no Almanaque Disney #1, quinze anos depois do Disney Especial #84 Faroeste de março de 1985 e uma última vez no Disney Especial Reedição #80 Faroeste de junho de 1994.
Abaixo mais uma das curiosidades que o Almanaque Disney trazia em suas páginas entre uma história e outra.
Um camelo de graça... é caro (no original inglês The Hammy Camel), história criada em 23 de abril de 1953 e publicada pela primeira vez em janeiro de 1954 na ótima revista Walt Disney's Comics and Stories na sua edição de número 160. Roteiro e desenhos do gênio dos quadrinhos Carl Barks
Essa história tem como protagonista o pato Donald e participações dos sobrinhos, Huguinho, Zezinho e Luisinho e mais Abdul the camel. No Brasil essa aventura envolvendo Donald e um camelo foi publicada quatro vezes. Em O Pato Donald #150 de 21 de setembro de 1954. Nesse Almanaque Disney #1 que comento hoje e ainda no Natal Disney de Ouro #3 de dezembro de 1981. A última vez que foi publicada por aqui, foi na maravilhosa coleção do Barks: O Melhor da Disney - As Obras Completas de Carl Barks #28 de maio de 2007.
Abaixo mais um passatempo da revista, aqui envolvendo o personagem Paul Bunyan o protagonista de uma das histórias dessa edição.
Branca de Neve e a rosa prateada (no original italiano Biancaneve e la rosa d'argento), história de origem italiana publicada pela primeira vez em 1º de novembro de 1964. Roteiro do artista italiano Pier Carpi (Pier Arnaldo Carpi, nascido em 16 de janeiro de 1940 em Scandiano, portanto com apenas 24 anos quando escreveu esse roteiro) e desenhos de Pier Lorenzo De Vita já falecido conhecido como Devi (26 de novembro de 1909 - 7 de maio de 1990), uma curiosidade o Devi era pai do Massimo De Vita e irmão de Napoleone De Vita.
Vários personagens atuam nessa história de 29 páginas, são eles: Atchim, Branca de Neve, Dengoso, Dunga, Feliz, Mestre, Rainha de Branca de Neve, Sete Anões Maus, Soneca e  Zangado. Detalhe, esta história nunca foi publicada nos Estado Unidos, aliás só quatro países tiveram a oportunidade de ter esse material publicado: Itália, França, Turquia e Brasil  quatro vezes. Nessa edição do Almanaque Disney #1, no Disney Especial #4 As Mulheres de março de 1973, Disney Especial Reedição #4 As Mulheres de abril de 1981 e finalmente no Disney Super Especial #4 As Mulheres de julho de 1990.
Abaixo mais uma daquelas histórias divertidas envolvendo A Patada e o "destrambelhado" (primo do Donald), o Peninha.
A Importância da pesquisa (no original inglês, The Survey). História publicada pela primeira vez em setembro de 1970. Segundo o Inducks não consta o nome do roteirista, e os desenhos são de Tony Strobl. A história é de origem americana, mas nunca foi publicada nos Estados Unidos. No Brasil somente uma vez, nessa ótima edição do Almanaque Disney #1. Talvez fosse tempo de colocar essa divertida história em uma próxima edição do Disney Big.
Aqui abaixo, uma gag de apenas 1 página envolvendo o Mickey e a Minie na página 126 chamada Pediu, ganhou. 
O  interessante que na página do Almanaque Disney #1 no Inducks, justamente essa, é uma história que não consegui abrir para saber mais detalhes.
Abaixo você confere uma histórinha de 3 páginas da Dinamarca com Gastão e Vovó Donalda.
Remédio para a preguiça (no original dinamarquês, Bedstemor And Og Den Søvnige Fætter Guf). Essa história foi publicada pela primeira vez em 10 de julho de 1969. Roteiro de Birthe Kristensen e desenhos do Adrian Sørensen. Personagens que participam, Vovó Donalda, Gansolino e Gastão. Mais uma história nunca publicada nos Estados Unidos. No Brasil somente duas vezes. Nessa edição da postagem de hoje, e uma última vez no Tio Patinhas #303 de agosto de 1990.
Abaixo, mais um comercial relacionado ao natal que se aproximava, naquele distante ano de 1970.
Aqui, mais uma das curiosidades desse Almanaque Disney #1
Muito bem chegamos a mais uma história. E essa é daquelas que eu passava "batido" e não fazia questão de ler. Mas sabe como é né!!! garoto pobre do interior do sul do país, as opções de leitura acabavam rapidamente. Então eu me via forçado a retornar a essas histórinhas que eu achava chatas e sem nenhum atrativo.
Adeus aos sorvetes (no original inglês follows His Nose). História de 12 páginas publicada pela primeira vez em setembro de 1949. Roteiro de autor desconhecido e desenhos de Jim  Pabian (James A. Pabian, americano de Rochester já falecido: 14 de abril de 1909 - julho de 1996). O protagonista e o coelho tambor, (lembra de Bambi?), também aparece nessa histórinha o famigerado Lobão.
Nos Estados Unidos essa aventura com Tambor foi publicada uma unica vez na revista chamada: One Shots #243 de setembro de 1949. No Brasil "Adeus aos sorvetes", foi publicada na revista O Pato Donald  #123 de 16 de março de 1954, também foi publicada na edição que estou comentando neste post. 
Nos anos 80 foi republicada no Disney Especial #55 Os Cozinheiros de janeiro de 1981 e uma última vez no final dos anos 80, no Disney Especial Reedição #51 Os Cozinheiros de abril de 1989.
Aqui mais um momento nostalgia
Comercial do suco Q-refres-Ko: um envolope faz dez copos,(Eu tomei muito esse suco, e minha avó misturava esse troço com água e colocava em fôrmas de gelo. E no verão quente dos meus tempos de menino (que já dobraram nas esquinas do pretérito) eu e minha irmã sentávamos em baixo das árvores da casa da vó, já falecida, e nos deliciávamos com essas porcarias cheias de açúcar, no final acabava o sabor e só ficava um pedaço de gelo espetado num palito de madeira rsrsrsrsrs, e nós passávamos tardes inteiras nos empanturrando de falsos picolés, com sabor artificial de groselha, laranja, limão e outros sabores). 
Cara a infância é mágica!!! e imagens como essa aí em cima, me levam, me transportam direto (como se eu estivesse numa máquina do tempo do Prof. Pardal) ao passado da minha infância. É inevitável não encher os olhos de lágrimas e não engolir em seco. É lógico que o melhor lugar de se estar é o presente, mas lembrar de coisas que formaram e forjaram o que somos e lapidaram nossa essência, não são  tão ruins assim.
Confira comigo a história que fecha essa edição do Almanaque Disney #1, com os Escoteiros Mirins.
Uma baleia abala muita gente (no original inglês, Whale of a Good Deed). História criada em 1º de janeiro de 1970 e publicada pela primeira vez em outubro de 1970. Roteiro e desenhos de Carl Barks. Dessa aventura participam, as Bandeirantes, Escoteiros Mirins, Margarida, Pato Donald e Tio Patinhas. No Brasil foi publicada somente duas vezes. No Almanaque Disney #1 e mais recentemente na coleção dedicada ao Barks: O Melhor da Disney - As Obras Completas de Carl Barks #40 de setembro de 2008.
Abaixo a página de conclusão dessa história.
Aqui detalhes da edição
A contra capa, fecha com um comercial da empresa de ônibus Cometa. Em todas as revistas que aparecia a propaganda eu acabava lendo de novo. Já sabia quase decorados os diálogos do passageiro anônimo.
Essa postagem é dedicada a minha avó materna, Alda (espero que você esteja num lugar muito especial vó. E obrigado por bons e também maus momentos que passei ao seu lado. Um dia a gente se encontra de novo, e quem sabe vamos degustar juntos um saboroso picolé feito em casa, por você querida, a sombra de uma frondosa árvore ao lado de todos aqueles que amamos e que  já tiveram que desembarcar do trem da vida em alguma estação do destino).
Também dedico esse post ao meu amigo Paulo Gibi, autor do sempre  ótimo "Blog do Paulo Gibi". Esse amigo querido, que tive o prazer de conhecer pelas redes virtuais da vida. Amizade essa, que pretendo preservar para sempre. Eu e o Paulo somos da mesma geração, e tenho certeza que ele entende muito bem, quando falo do passado e de tempos bons de uma infância cheia de dificuldades mas ao mesmo tempo tão repleta de riquezas.
Bom amigos Disneyanos, esse é o meu presente de páscoa para todas essas pessoas legais que visitam e leem os posts deste humilde blog sobre quadrinhos Disney. FELIZ PÁSCOA PRA TODOS e até uma próxima oportunidade.

Fonte: Edição Almanaque Disney #1 (acervo pessoal), Inducks Brasil, imagens digitalizadas da revista pelo autor do blog Universo Disney, Wikipédia e vídeos do YouTube. Este blog não tem absolutamente nenhum teor comercial e nenhuma  intenção de ferir direitos autorais,  todos os direitos pertencem a Editora Abril  e Disney. O Universo Disney se presta meramente ao trabalho de divulgação dos quadrinhos Disney e da coleção do seu autor.

12 comentários:

Paulo Gibi disse...

Olá amigo Ludy. Estou emocionado. Essa postagem tenho vontade de colocar num quadro e por na parece de minha sala. Verdade. Você deve ter tido um trabalhão para montar essas informações, com pesquisas e tudo. Considero um presente de Páscoa para todos os leitores do excelente blog Universo Disney. Amigo, quando você voltou seus olhos e seu coração para essa edição, e relembrou esse tempo mágico de sua vida, em companhia de sua querida avó... eu quase fui às lágrimas. É para isso que a vida serve... para ser vivida emocionalmente. Muito obrigado por nos agraciar com uma postagem tão linda. Esse gibi eu já tive, e se perdeu (sempre falo isso, né?), mas é verdade. E eu tô de olho, se pintar um desses na área, compro independente do preço(se for menos de um milhão, é claro, rsrs). Uma última coisa: eu também pulava algumas histórias (as dos Escoteiros e do Lobão), e hoje, eu gosto muito dos Escoteiros e do Lobão, e sinto muitas saudades de todos os personagens do Almanaque Disney. Mando e-mail para a editora Abril, pedindo a volta da Revista Disneylândia, fininho, semestral, só com personagens antigos do Almanaque Disney... Vamos ver... Obrigado por dedicar a postagem também para mim. Fico muito lisonjeado e agradecido. Não teria o meu blog, e não seria o Paulo Gibi da internet, se não fosse o seu carinho e o tempo que passei em sua companhia no excelente blog Universo Disney. Muito obrigado e parabéns pela excelente postagem. Abs. Paulo

Ludy disse...

Paulo meu amigo obrigado pelas tuas palavras que sei são o mais sinceras possíveis.Obrigado acima de tudo pela sua amizade tão generosa e importante para mim. Um abração e até breve.

FabianoCaldeira. disse...

OLá, bom dia! Engraçado que tirando as informações técnicas eu jurava que fosse uma postagem do Paulo!!! rsrsrs...

Nossa! Quanta história legal que tem nessa revista. Eu gosto de personagens variados e esse título era bacana justamente porque eu sabia que ia encontrar muitos personagens que não via nas outras revistas. Como eu gostaria que esses personagens fossem explorados de novo, aqui no Brasil. Tambor, Bambi, Branca de Neve, Pinocchio, Dumbo, Ursinho Puff, Dálmatas, Havita etc., eram presenças frequentes nas edições do Almanaque Disney.

Uma pena que hoje em dia fiquem só nesse jogo bobo de pato e rato. Poderiam ter histórias de Nemo, Toy Story, Up e tanta coisa legal que foi agregada ao Universo Disney.

Parabéns pela postagem, confesso que fiquei impressionado com o diferencial. E as propagandas??? Impossível não nos lembrar do passado. Eu tomava muito um suco em pó chamado Q-Refresco e também o Ki-Suco onde volta e meia vinham com revistinhas para colorir ou algumas figurinhas que nem autocolantes eram, mas faziam nossa alegria.

Tempo diferente de hoje, né?
Tempo que não volta mais.
E a gente era feliz e não sabia.
E a vida continua... embora sem graça, mas continua.

Abraços! Tenham todos uma excelente Páscoa, com Deus na vida, sempre!

FabianoCaldeira.

Macgaren disse...

Bela postagem Ludy, devo admitir que apesar de gostar do Almanaque Disney, nunca tive muita paciencia para esses personagens que saiam nele. lia só as histórias dos Patos e algumas do rato.Mesmo assim é bom relembrar esses tesouros que nós, colecionadores temos na coleção.
Engraçado é que, mesmo que eu não tenha essa edição em particular,tenho várias dessas histórias devido às republicações nos diversos Disney Especiais.
Parabéns pela postagem

LEO disse...

o Almanaque Disney nunca foi o meu gibi preferido da Disney... pois eu não gostava dos personagens "secundários" q compunham o mix!!!

mas ironicamente... hj sinto saudades deles:

especialmente as excelentes adaptações de filmes da época q saíam no almanaque!!!

eu era mto jovem pra apreciar certas coisas....

hj em dia certamente eu aproveitaria beeeeeeeem mais esses gibis (se ainda os tivesse na minha coleção)!!!

LEO disse...

o 1º Alm. Disney q eu tive....

foi aquele q trazia o "ROBIN HOOD" (em uma versão "raposa") na capa!!!

desse eu gostava.... pois eu tinha ido ao cinema pra ver o desenho dele na época!!!

isso foi logo nas 1º ed. do alm. disney tbm.... só não lembro o nº

Macgaren disse...

Leo, Não é esse que o Ludy colocou nessa postagem ?

http://ludy-quadrinhosdisney.blogspot.com/2010/09/robin-hood-1973.html

LEO disse...

é esse mesmo, macgaren...

legal essa matéria do Robin Hood, não tinha visto!!!

mto bacana mesmo...

o gibi q eu falei é o "Almanaque Disney" 42 (vi a capa nessa matéria)!!!

sergiokid disse...

"E a vida continua... embora sem graça, mas continua."

O Fabiano disse tudo. Frase sensacional, e, infelizmente, real...

nightrider disse...

Paulo Bunyan também foi o nome da máquina na história "a monstruosa máquina paulo bunian" do almanaque disney 38!queria poder ter esta revista de novo!

Ludy disse...

Isso mesmo Nightrider confere com exatidão. Abração!!!

ronildo disse...

ALGUEM SABE EM QUAL GIBI SE ENCONTRA A HISTORIA DE: SAMUEL MARISCO E IRIAN FALCAO NA ILHA DOS MARISCOS. OBRIGADO PELA ATENCAO ronildo@aol.com

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails