sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Mickey e o Pé de Feijão (Mickey and the Beanstalk - 1947)

Eu estava pesquisando sobre esse material na net e encontrei na Wikipédia um pouco da história do Fun and Fancy Free. Lá diz o seguinte: Fun and Fancy Free, no Brasil "Como é Bom se Divertir" é um filme de animação de longa-metragem, considerado um clássico, produzido pelos estúdios Disney em 1947 e parte da série de longas-metragens compostos por histórias curtas, que marcaram suas produções nos anos 40, com a falta de recursos provocada pela II Guerra Mundial.
Teve sua estréia em 27 de setembro de 1947. É o nono Clássico Disney, segundo o cânon oficial. Assim como As Aventuras de Ichabod e Sr. Sapo, que é dividido em dois segmentos, as histórias foram originalmente planejadas para serem longas-metragens, o que não pôde ocorrer em razão da situação momentânea dos estúdios. O filme é composto de duas fábulas:
"Bongo," a história de um pequeno urso de circo, que sonha com a vida em liberdade e, uma vez fugindo para a natureza, enfrenta as dificuldades na adaptação. Possui uma interessante passagem musical, em estilo da música caipira norte-americana.
"Mickey and the Beanstalk" (Mickey e o Pé de Feijão - baseada no conto de fadas "João e o Pé de Feijão"), onde Mickey, Pato Donald e Pateta, sofrendo com a escassez de alimento, enfrentam o temperamental gigante "Willie" (que reaparece num outro desenho curta-metragem, baseado no "Conto de Natal" de Charles Dickens, como um dos três fantasmas enviados pelo Espírito de Natal).
O Grilo Falante - da história do Pinóquio - surge no meio das histórias, como elo entre elas.
 Da primeira para a segunda interage com cenas em live-action com Edgar Bergen, ventríloquo com seus fantoches "Charlie McCarthy" e "Mortimer Snerd", que na festa de aniversário da jovem atriz Luana Patten narra a história de Mickey e o Pé de Feijão.

Curiosidades
O Grilo Falante e Willie o Gigante surgem durante o segmento com live-action; esta aparições foram feitas com uso de efeitos especiais.
Tanto "Bongo" como "Mickey and the Beanstalk" foram originalmente projetados para filmes independentes, mas este plano teve de ser abandonado, em razão da II Guerra Mundial. Embora não tenham sido produzidos originalmente isolados, foram episódios distintos em seriado de TV, nos anos 50 e 60. O Pé de Feijão foi particularmente exibido isolado em 1963, tendo um novo segmento introdutório e narração feita por Ludwig Von Drake. Também foram exibidos em vídeo, tanto em conjunto como separadamente.

Uma das canções usadas no filme, "I'm a Happy-Go-Lucky Fellow", foi escrita originalmente para o filme Pinóquio, de 1940, mas foi cortada.

O segmento "Bongo" usa um recurso de efeito sonoro, comum nos desenhos Disney, chamado de Goofy holler (literalmente, algo como "grito do Pateta").

"Mickey and the Beanstalk" marca a última participação de Walt Disney como dublador do Mickey Mouse.
Fonte: Wikipédia, The Encyclopedia of Disney Animated Shorts e YouTube.

2 comentários:

FabianoCaldeira. disse...

Olá, boa tarde! Obrigado pela pauta, ficou 10 !

Abraços. FabianoCaldeira.

FabianoCaldeira. disse...

kkkkkk... a animação a que eu me referi era justamente essa e não aquela outra, mas é bom saber que houve outra história com o mesmo tema.
Parabéns! FabianoCaldeira.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails