terça-feira, 14 de dezembro de 2010

"Raio X - Disney: Pato Donald nª 2389"

"Pato Donald - nº 2389", está nas bancas. É a revista de quadrinhos Disney mais antiga em circulação no Brasil, e completou em 2010 seu 60º aniversário. Parabéns à editora Abril pelo excelente trabalho ao longo dessas 6 décadas. O gibi está a todo vapor, em uma excelente fase e continua agradando geral. Como sempre, estejam à vontade para comentar...
Preço: R$ 2,95 - Páginas: 52 - Formato: 13,5 x 19 cm - Avaliação Geral: excelente.
Capa: Tipo gag: mostra uma travessura de Huguinho, Zezinho e Luisinho, que aprontam pra cima do Donald. Por ser uma edição de dezembro, poderíamos ter uma capa natalina, mas não aconteceu... Na última década tivemos 6 capas natalinas em PD, mas esse ano passou batido... O desenho é do artista alemão Ulrich Schröder que também é um excelente capista, com relativamente poucos trabalhos divulgados, mas, que desenha muito bem tanto o Donald quanto o Mickey.
Histórias: Inéditas (3) - Republicações (0)
"Haja Papai Noel" - "So Many Santas" - D 2005-079
Publicações: história inédita, publicada no Brasil pela 1ª vez.
Origem: Dinamarca - Páginas: 28 - Quadrinhos: 131
Personagens: Pato Donald, Tio Patinhas, Margarida, Huguinho, Zezinho e Luisinho, Irmãos Metralha, e (?) um personagem especial.
Roteiro: Rune Meikle - Desenhos: Giorgio Cavazzano - Tradução e Letras: Lua Azul
Sinopse: Os patos estão em festa. Mas, a noite de natal é longa... confusões e perigos os aguardam.
Comentário: um bom argumento, uma trama interessante, e roteiro apropriado. Ótimos desenhos, arte final de primeira e tradução leve, formaram essa excelente história de natal. O ponto negativo nessa história, ao meu ver, foi a presença de "armas de fogo" nas mãos dos vilões (enormes pistolas automáticas). Poderiam facilmente ser "bastões de beisebol" ou qualquer coisa assim... Sonho com o desarmamento dos personagens nos quadrinhos Disney, fica aqui o registro.
"O Crítico" - "The Critic" - D 2005-045
Publicações: história inédita, publicada no Brasil pela 1ª vez.
Origem: Dinamarca - Páginas: 10 - Quadrinhos: 80
Personagens: Pato Donald, Huguinho, Zezinho e Luisinho.
Roteiro e Desenhos: William Van Horn - Tradução e Letras: Lua Azul
Sinopse: Donald um crítico de arte? Essa você não pode perder... confira...
Comentário: Willian Van Horn é ótimo. Um artista consistente, com boas histórias como essa. Ele roteiriza com a mesma naturalidade e competência com que desenha maravilhosamente os patos. E quanto ao Donald, sempre nos vemos assim, como ele. Pois todos nós temos um pouco de suas manias, seu temperamento e seu jeito desajeitado. Nos identificamos com esse personagem, e curtimos muito suas histórias, e essa é uma das razões de seu sucesso.

"Cadê o Visco?" - "Missing The Milstletoe" - D 2008-300
Publicações: história inédita, publicada no Brasil pela 1ª vez.
Origem: Dinamarca - Páginas: 8 - Quadrinhos: 52
Personagens: Pato Donald, Tio Patinhas, Margarida.
Roteiro: Carol e Pat McGreal - Desenhos: Marco Rota - Tradução e Letras: Lua Azul
Sinopse: O que é Visco? Você não sabe? Venha e aprenda com essa bela história Disney.
Comentário: Um bom argumento e ótimo roteiro, que somados aos desenhos espetaculares de Marco Rota, deixaram a história muito mais legal.
Resumindo, esse gibi de dezembro do Pato Donald, está imperdível. Três histórias inéditas e de excelente qualidade. Aguardamos os próximos gibis deste mês, e logo estaremos por aqui, com outras participações. Abraços...

Fonte: Texto de Paulo Gibi para a composição do texto: (consulta das histórias, publicações, imagens e artistas no Inducks, e exemplar do gibi Pato Donald nº 2389 da coleção pessoal)

3 comentários:

Macgaren disse...

Gostei bastante dessa edição..(até o Van Horn mandou bem dessa vez) mas ao contrário de vc não vejo nada demais nas armas de fogo..basta lembrar que muitos desenhos os personagens usavam armas de fogo..fumavam e não tinha nada demais.. já eu sonho com o dia em que esse tempos politicamentes corretos em que vivemos acabe \o/
mas respeito sua opinião ..abraços..

Paulo Gibi disse...

Oi Mac, obrigado pelo excelente comentário. É verdade que essa onda de politicamente correto é uma chatice. Muita coisa legal de antigamente, heje em dia é mal visto. Obrigado por expressar a opinião, e quanto às armas de fogo, acho que o "trabuco" que o Urtigão usa pra afugentar os intrusos do sítio é normal. Assim como o canhão que o Tio Patinhas tem protegendo a caixa forte. Mas, digo assim, "armas de fogo em assaltos". Se vc observou bem, os guardas da caixa forte não portavam armas, não precisavam os Metralha aparecerem tão belicosos. Além do mais, os Metralhas são do tipo "ladrão bonzinho", que nunca atiraram em ninguém nas historinhas. Por que cenas em "close" com armas automáticas? Foi isso que quiz ressaltar... Abs. amigo e obrigado pela presença. Paulo

FabianoCaldeira. disse...

Olá, boa tarde! Bela postagem! Eu não costumava compar Pato Donald no Natal simplesmente por falta de oportunidade. Durante dois anos consecutivos eu comprei a do Tio Patinhas e esse ano quero ver ser mudo isso. Está aí a revista Natal de Ouro Disney para me dar uma forcinha, eh, eh, eh!

Abraços. FabianoCaldeira.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails