segunda-feira, 3 de maio de 2010

A SAGA DO TIO PATINHAS: O Terror do Transvaal

Uncle Scrooge #290, fevereiro de 1995.

Capítulo 6
O Terror do Transvaal
(The Terror Of Transvaal)
Ouro! é isso que vai fazer o Patinhas milionário! mas, ao partir em busca do seu sonho, ele não imaginava que o destino o levaria tão longe...
Transvaal, no sul da África. Aqui acaba de ser descoberto ouro nas montanhas do Witwatersrand. Assim que soube, Patinhas embarcou para a cidade do Cabo.
Patinhas está na rota para Joanesburgo, a fim de se juntar à exploração do ouro. Ao chegar a Kimberley, Patinhas encontra milhares de homens a escavar por diamantes. De repente surge um rapaz atado a um Búfalo. Patinhas salva-o sem saber que ele foi atado como castigo por roubar diamantes.

O rapaz que não diz seu nome mas diz ser um Bôer (Sul-africano descendente de colonizadores Holandeses), pede para acompanhar Patinhas e ser seu guia, na rota a Joanesburgo mas o rouba durante a noite. Patinhas acorda pela manhã e se vê perdido no coração da África selvagem, sem nada pois o Bôer leva de Patinhas tudo a carroça, os mantimentos. Patinhas diz desconsolado: "Eu salvei a vida dele, dividi minha comida e... é assim que me agradece". Dali pra frente Patinhas começa a encontrar animais selvagens por todo o lado (animais que ele nunca viu na vida...leões, elefantes, zebras, girafas, rinocerontes e muitos outros animais da África),
Mas a furia de Patinhas é tão grande que até mesmo os animais mais selvagens, não são pareo para ele e passam a teme-lo. Furioso, Patinhas persegue o Bôer até Joanesburgo, uma cidade no meio do deserto, em tudo lembra uma pacata cidade do Oeste Americano! mas um pato vai mudar isso. Ele entra na cidade em grande estilo, cavalgando nada menos que um leão selvagem para espanto e assombro das pessoas nas ruas. Patinhas encontra o Bôer num bar contando mentiras para outro homem que está também no balcão do bar bebendo.

Após humilhar o Bôer, Patinhas o entrega à policia local, enquanto o Bôer jura que um dia será tão rico e fará Patinhas pagar por todas as humilhações que sofreu. E Patinhas responde a ele que..."Não importa se fizer fortuna! dinheiro nenhum pode comprar o caráter de um pato e você Bôer, não vale nada". Ele só não fazia ideia, que esse Bôer era na verdade o seu futuro e mais ferrenho inimigo, Pão Duro Mac Mônei.
Patinhas passa três longos anos na África do Sul, escavando e suando, mas só encontra pequenas opalas. Apenas os empresarios locais, com a sua riqueza acumulada de diamantes, tinham dinheiro para contratar trabalhadores. Assim Patinhas parte em direção ao horizonte numa cena espetacular que mostra que ele estava destinado a ser grande e como todo grande herói já tinha feito muitos inimigos...

os Mac Whiskers... os irmãos Metralha...o Clã Leitão do Oeste e um Bôer chamado Mac Money.

Curiosidades

Você vai notar nesse capítulo que Patinhas não chega a descobrir a identidade do futuro adversário. tanto que no final do capítulo quando ele diz umas últimas palavras ao Bôer (Mac Môney), ele vira as costas para o seu inimígo e diz, "Adeus quem quer que seja". O Sul-africano devia continuar sendo desconhecido para o escocês até o primeiro encontro "oficial" entre ambos que tem lugar em "Qual o mais rico do mundo?" (The Second-Richest Duck, 1956). Por outro lado tal história não indica se Mac Môney conhecia seu rival. A frieza com que ele acolhe o Tio Patinhas pode ser interpretada como um sinal da familiaridade do africano em relação a seu "inspirador" de muitos anos antes. Próximo capítulo: O Lendário Pato do Deserto Australiano.

e: Revista Tio Patinhas 40 anos , acervo pessoal e diversos sites de quadrinhos Disney na Rede.

3 comentários:

Paulo Gibi disse...

Mac Môney mau caráter. Caramba como o Patinhas ficou bravo, coitado do Leão...

Anônimo disse...

Ora vejam quem encontro. Meu grande amigo Ludy e como nada é ao acaso, justamente quando estou redescobrindo o prazer de ler a Disney. Comprei a Saga do Tio Patinhas, há três anos atrás. Meio Carinha... Gosto da arte do Keno Don Rosa; o difícil é saber quando a arte é criação dele, ou está homenageando o Grande Mestre Carl Barks. Mac Money, que em suas primeiras aparições chamava-se Arsênio Mac Money é para mim o inimigo natural do Tio Patinhas, posto que são vinho da mesma pipa. Apenas o TP é um pouco mais ético.
Cavaleiro da Lua

Socializando... disse...

"Não importa se fizer fortuna! dinheiro nenhum pode comprar o caráter..."
Que lição de vida! Estou cada vez mais admirador de Patinhas, pois, só se confirmaram as impressões que tive de que sua fachada de pão duro, arrogante e bravo era devido a todo o esforço de sua vida para conseguir sua fortuna e não necessariamente porque não havia caráter e bondade em seu coração, como muitos pensam.
Essa história, então, foi feita, pelo jeito, para ilustrar a primeira aparição de Mc Money em sua trajetória, a origem da rivalidade dos dois, ainda que Patinhas não tenha conhecimento de que o tal Boer de que ele tinha salvo a vida era mesmo ele. E, para Mc Money, seria bem melhor que ninguém soubesse mesmo sua origem sombria e mal caráter, pois, tudo o que ele almeja é tornar-se tão rico e tão benevolente aos olhos alheios quanto Patinhas. É só observar que em diversas tramas há sempre a questão de Mc Money mostrar aos cidadãos de Patópolis que Patinhas é desonesto, trapaceiro, etc... e a verdade, como sempre, desses planos logo vem à tona.
Parabéns! Obrigado por proporcionar a nós, leitores, a oportunidade de desfrutar de todo o conhecimento que envolve a história do "pato" mais rico do mundo dos quadrinhos.
Muito obrigado. Abraços.
FabianoCaldeira.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails