domingo, 18 de abril de 2010

Floyd Gottfredson - Mestre Disney

Mestre Disney - Floyd Gottfredson

Arthur Floyd Gottfredson (5 de maio de 1905 — 22 de julho de 1986) foi um cartunista americano, mais conhecido por seus trabalhos para os quadrinhos da Disney, com maior atividade nos jornais americanos através de tiras diárias principalmente nas décadas de 1930 e 1940. O principal personagem desenhado por Floyd foi Mickey, o qual teve seu caráter de detetive reforçado por esse autor.
Ao lado você confere a capa da revista Mestres Disney homenageando Floyd Gottfredson, com tiras geniais desse grande Mestre Disney, produzidas nas décadas de 1930 e 1940, incluindo o primeiro trabalho de Floyd e a primeira aparição do eterno inimigo do Mickey, o Mancha Negra.

Só após a morte de Disney é que o nome de Gottfredson começou a ser ligado a criação do Mickey nos quadrinhos. O personagem, que surgiu nos desenhos animados, em 1928, atingiu os Comics dois anos depois, primeiro em tiras diárias, em seguida páginas dominicais. A história, no início, tinha os nomes de Walt Disney e Ub Iwerks (seu verdadeiro desenhista). Em abril de 1930, Floyd, que já trabalhava nos Estúdios Disney, assumiu a série permanecendo nela por duas décadas. Fazia de tudo, desde os roteiros até a arte, com apenas a ajuda de um arte-finalista. De Floyd foi a criação de personagens como João Bafo-de-Onça ( o arquiinimigo de Mickey), o Mancha Negra e Esqualidus. Nunca assinou nenhuma das tiras ou páginas dominicais que fez, embora o seu nome fosse tão citado e elogiado como os de outros cobras: Milton Caniff, Al Capp, Walt Kelly e Will Eisner.
Abaixo um vídeo referente a Floyd Gottfredson

Fonte: Wikipédia e jornal Zero Hora (de primeiro de dezembro de 1991, Goida), e YouTube.

4 comentários:

Paulo Gibi disse...

Adoro o Donald, o Patinhas e muitos outros personagens Disney, mas o que seria de tudo isso, sem os primeiros traços de Disney, e os mestres pioneiros em suas longas horas de labuta, né? Vida longa aos quadrinhos Disney, nossas mais profundas homenagens aos mestres do passado, e reverências honrosas aos talentos de hoje em dia. Os bons tempos sempre podem voltar, pois permanecem vivos, como chama, em nossos corações.

Socializando... disse...

Muito bom. Sinto saudades desse Mickey que conheci quase nada.
Abraços. FabianoCaldeira.

Ludy disse...

Eu também sinto saudades desse Mickey da antiga meus amigos Disneyanos. Abraços

Anônimo disse...

As vezes queria saber onde foi parar a magia de ver e compartilhar as estorias Disney e seus personagens? Até hoje gosto muito deles, mas não vejo as crianças com mesma magia do nosso tempo. Não encontramos mais nas bancas os varios exemplares da Disney. Tudo do mundo Disney está mais politizado e helitizado. Eu, particularmente,gosto mais dos filmes e dos quadrinhos antigos como Karl Barks e Natal de Mickey, Alô Amigos e Se meu fusca falasse.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails