segunda-feira, 18 de outubro de 2010

DISNEY BIG” – O Segredo do Sucesso

Eu gostaria de apresentar a todos os leitores do blog Universo Disney, um amigo que apartir de hoje também vai trazer textos e matérias sobre quadrinhos Disney e informações relacionadas ao universo Disney.
Paulo Gibi é colecionador de quadrinhos Disney, Maurício (Mônica, Cebolinha etc) e álbuns de figurinhas (atualmente está colecionando 14 álbuns diferentes). O Paulo é dono de um texto inteligente e perspicaz. Seja bem vindo Paulo, apartir de agora aqui também é a sua casa.
Que o Disney Big chegou, e começou sendo um grande sucesso, isso não é novidade! Já estamos no número 6 e o gibi continua sendo apreciado por colecionadores e fãs em geral, dos queridos quadrinhos Disney, as vendas tem subido (conforme o próprio Paulo Maffia, de 10 a 12% em cada edição), e é difícil achar algum em sebos, e quando encontramos o preço é até superior ao original de capa.
Mas fica no ar uma série de perguntas: - Por quê? - O que leva uma publicação ser bem aceita e “bombar” junto ao público? - Por que outras publicações tem vida curta, e acabam perecendo pelo caminho? - Como “garantir” que o gibi que você adora e acompanha regularmente, desapareça das bancas?
A resposta para essas e outras questões relacionadas com o sucesso ou não de uma revista de histórias em quadrinhos, é o que chamamos de “paradoxo do gibi ideal”.
No mundo das idéias tudo pode ser dimensionado e mesmo assim o resultado é variado. Se eu te digo: “uma dúzia de laranjas”, você com certeza “captou” a mensagem e “em sua mente”, visualizou 12 laranjas dispostas de alguma forma.
Se fizermos essa experiência simultaneamente com várias pessoas, possivelmente teremos resultados que podem ser parecidos, mas, não serão exatamente idênticos (laranjas maduras, verdes, pequenas, grandes, etc).
Cada pessoa tem um conceito próprio de “uma dúzia de laranjas”, dentro de uma certa formação esperada.
Na economia também é assim, cada um tem seu “ideal” de consumo, e recursos “finitos” para gastar ou investir em cada segmento. Uma revista em quadrinhos deve corresponder ao “desejo” dos leitores, atingir seu público alvo, e ser acima de tudo: um bom negócio para todos os envolvidos. Tem que ser lucrativa para quem produz e vende, mas, ao ser levada para casa e lida, tem que gerar satisfação e desejo de adquirir o próximo número.
O “gibi ideal” é uma soma de: conteúdo externo, conteúdo interno e preço. E é aí que começam os “problemas da equação”. Somos atraídos pelo conteúdo externo (capa e publicidade), realizamos o pagamento (preço), e nos satisfazemos ou não com o conteúdo interno (histórias selecionadas). É um paradoxo, sabemos o que queremos, e muitas vezes, temos apenas o que é possível. O gibi se torna bom e caro demais, ou barato e ruim de ler. Em ambos os casos, a compra não tem continuidade, não há como colecionar e isso mata” o gibi na linha de produção, e se torna uma “raridade” de poucas edições.
O gibi ideal seria assim: bom e barato para o leitor, e ao mesmo tempo, lucrativo e recorde de vendas em cada edição. Impossível atingir essa meta, mas, o meio termo desse ideal, tem um nome: DISNEY BIG.
Lembra das perguntas que fizemos no começo, do post? Vamos à elas:
O Disney Big é um sucesso:
1) porque satisfaz o desejo da maioria dos leitores que agora estão aptos a consumir este produto em virtude da economia brasileira ter mostrado sinais de recuperação;
2) está “bombando” junto ao público, porque atende aos mais exigentes com seu alto padrão de conteúdo interno, e diverte a família toda;
3) não tem o perfil de outras publicações de vida curta, que não tiveram esse trabalho de “engenharia” e foram feitos tipo, “nas pressas” e acabaram ficando pelo caminho;
4) E não dá para garantir, que o Disney Big atinja a numeração milenar como o consagrado “Pato Donald”, pelas incertezas do mercado, e da própria vida, que é maravilhosa, mas se renova a cada dia, sem grandes projeções, não é mesmo? Vamos prestigiar colecionando...
Só nos resta torcer pelo Disney Big, e aproveitar cada edição, pois para mim, e muitos outros colecionadores, esta publicação é bem equilibrada, apresentando um “status” próximo do gibi ideal. Qualidade externa, qualidade no conteúdo e preço relativamente satisfatório (espero que pelo menos, o preço se mantenha).
Vida longa ao Disney Big e aos maravilhosos quadrinhos do nosso querido UNIVERSO DISNEY. E quem sabe, no futuro, o Disney Big seja o prenúncio de outras publicações fantásticas como a já mencionada “Coleção Essencial Disney” (?)
Abraços.
Fonte: Texto de Paulo Gibi (parceiro e resenhista do Blog Universo Disney)

5 comentários:

FabianoCaldeira. disse...

Tiro o chapeu ao Paulo. Parabéns!
Abraços.

Ludy disse...

Obrigado pelo comentário Fabiano, tenho certeza que com a chegada do Paulo aqui no blog poderemos ter maravilhosas materias e atualização mais rápida. Abração Fabiano e fica bem.

FabianoCaldeira. disse...

É, mas que me bateu um ciuminho, bateu sim...kkkk
Abraços a vcs, caras (Ludy e Paulo)
FabianoCaldeira.

Ludy disse...

Querido amigo Fabiano, aqui no Universo Disney você sabe muito bem que a casa é sua também, quando desejar enviar algum texto com material Disney eu vou ficar muito feliz em receber e colocar no blog. Abraçao meu brother, fica sempre com a gente ok.

princesse disse...

Bem vindo Paulo! E Parabéns Ludy por abrir este espaço no teu blog, proporcionando a nós, leitores, mais material informativo e de qualidade. Abraços e sucesso aos dois!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails