sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Disney Comix #1 - Lançamento em Portugal

Olá amigos disneyanos!!!
Hoje eu vou apresentar mais detalhadamente a edição número #1 do Disney Comix que foi lançado em Portugal nesse último mês de dezembro de 2012.
Publicado pela editora Goody S.A. de Lisboa. Com uma tiragem de 75.000 mil exemplares, essa revista veio trazer, (juntamente com a Hiper Disney, que foi publicada também em dezembro mas com capa de janeiro), o retorno dos quadrinhos Disney a Portugal.

A Disney Comix é uma edição semanal, e é praticamente uma cópia da Topolino, lógico que a Topolino é infinitamente mais completa. Mas a capa e páginas, ou seja o papel utilizado se aproxima muito da qualidade da Topolino. Quem tem Topolino na coleção sabe do que estou falando!!! Abaixo a primeira capa interna e o índice.
Aqui abaixo uma chamada pra Hiper Disney com capa de janeiro e a primeira história, abrindo com o Pato Donald e o Patrimônio Arquitetônico, com trama de Tito Faraci, Roteiro de Giorgio Salati e desenhos do Roberto Vian ainda inédita no Brasil. Publicada somente na Itália e agora em Portugal. Detalhes no Inducks.
Abaixo uma gag de uma página com o Mickey e o Pateta, com roteiro e desenhos de Tiberio Colantuoni. Você vai encontrar diversas gags de uma página na edição. Detalhes no Inducks.  Ao lado uma das histórinhas curtas e mais simplórias que eu já li do Mickey, tolinha mesmo. O Inimigo às costas é um trabalho em parceria com roteiro do Tito Faraci,  (que já produziu coisas muito melhores que essa, inclusive a história que abre essa edição é bem superior e é baseada numa trama dele). Os desenhos são de Stefano Zanchi. Detalhes no Inducks.
Aqui a primeira história do Disney Comix #1 trazendo o velho sovina Tio Patinhas!!!
Essa aventura de vinte páginas chamada: Tio Patinhas e o Ídolo de Wabonga, inédita no Brasil, Publicada somente na Itália e Portugal,  tem roteiro e desenhos de Sandro Del Conte, confira detalhes no Inducks.
Essa história abaixo, também inédita no Brasil, (publicada somente na Itália e Portugal) é show, justamente por mostrar um pouquinho o universo dos colecionadores de quadrinhos, sejam eles quais forem, e Action figures. A história Loja de BD e de Hobbies, (BD lá em  Portugal é Banda Desenhada, vulgo, a nossa HQ História em Quadrinhos, eles também chamam de quadradinhos), tem roteiro de Gabriele Panini e desenhos de Francesco Guerrini. Aqui vemos um Peninha totalmente informado e antenado com o mundo das revistas em quadrinhos e do colecionismo e o Donald é um simples coadjuvante que não sabe quase nada. O Peninha vai passando informações com a segurança de um expert e o Donald assume o seu lugar de aluno XD. Gostei dessa história e mostrou um Peninha longe do parvo e amalucado, totalmente diferente daquele que estamos acostumado!!! Detalhes no Inducks.
Essa história de 2010 e publicada em vários países mas não no Brasil, traz o Tio Patinhas mais uma vez, e tem a participação do Professor Pardal, Patacôncio e o prefeito Leitão. Roteiro do Gabriele Panini (que fez o roteiro dessa historinha do Peninha acima) e desenho de Marco Mazzarello.  Estão todos reunidos no parque de Patópolis comemorando os heroicos bombeiros da cidade. O prefeito Leitão e a Câmara aproveitam pra lançar um concurso público para renovar a frota de veículos do corpo de bombeiros local. A cidade quer que seja criado um novo meio de transporte de salvamento e de socorro e o mais eficiente vai ser adotado pelos bombeiros sendo comercializadas pelo seu idealizador inúmeras unidades. Aí entram os dois megamilionários que vão usar todas as "armas" para produzirem o protótipo perfeito para os bombeiros de Patópolis. Mas o Patacôncio sempre joga sujo. Um detalhe nesta aventura de 18 páginas o Lampadinha é chamado de Edi, seria uma homenagem dos portugueses a Thomas Ed (son) o inventor da lâmpada XD. Detalhes no Inducks.
Abaixo o final desta história e o Patacôncio mais uma vez não conseguiu concretizar o seu ardil. Ao lado mais uma gag de uma página, aqui envolvendo o Donald e o Peninha. Roteiro e desenhos de  Alessandro Perina. Essa piada de uma página foi publicada somente na Itália, França e agora em Portugal nesta edição do Disney Comix #1. Detalhes no Inducks.
Aqui abaixo mais uma gag com o Horácio e a Clarabela, nessa os portugueses esqueceram de colocar os créditos, Roteiro de Carlo Panaro e desenhos de Giampaolo Soldati, inédita no Brasil e publicada na Itália, França, Portugal e Grécia. Detalhes no Inducks.
Ao lado uma história onde o Batista é o protagonista. Detalhe nesta edição ele atende pelo nome de Joaquim, (típico tratando-se de Portugal). Já no Disney Comix #2 ele volta a ser chamado de Batista. Essa história que envolve a Maga Patalógika, um espectro do passado que vem junto com um espelho, é bem legal e chama-se: Joaquim e o Mordomo Vindo do Passado, tem  roteiro de Gabriele Panini e desenhos de  Alessandro Gottardo. Detalhes no Inducks.
Aqui os passatempos da revista. E é aqui que percebemos as semelhanças enormes com a Topolino italiana.
Essa página vermelha e também essa amarela abaixo me remete na hora ao site da Topolino na Web, há muitas similaridades. Confira aqui a página oficial da Topolino.
Aqui abaixo uma história muito engraçada tendo a Minnie e o Mickey como protagonistas. Essa história com roteiro de roteiro de  Fausto Vitaliano e desenhos de Donald Soffritti é uma espécie de "telefone sem fio", uma brincadeira popular em que uma informação vai se deformando conforme passa de uma pessoa para outra. Confira sobre essa brincadeira na Wikipédia. Na história "E A Industria do Passa palavra", a Minnie deixa um recado para a Clarabela dar a o Mickey, e a Clarabela desatenta acaba pedindo para o Esquálidus fazer isso e sucessivamente um personagem vai passando para outro até chegar no Cel. Cintra que pega novamente a informação correta para logo depois o inspetor Joca a deformar novamente, uma divertida sucessão de erros que torna a história extremamente prazerosa.
Essa história permanece inédita no Brasil, publicada somente na Itália e agora em Portugal.
Mais diversão abaixo. Particularmente achei essa parte de perguntas e respostas bem tolinha com piadas bem fraquinha. Mas nem tudo é perfeito, deve ter pessoas que apreciem!!!
Abaixo outra gag de uma página envolvendo agora o Tio Patinhas, Donald e o Professor Pardal!!! Roteiro de Giorgio Figus e desenhos de Alessandro Perina. Inédita no Brasil, lançada somente na Itália, Portugal e Grécia. Confira detalhes no Inducks. Ao lado mais uma daquelas historinhas fraquinhas com o João Bafo-de-Onça bobalhão e totalmente a mercê das vontades da Tudinha. Aqui eles querem tirar o Escovinha, (totalmente descaracterizado, é difícil saber que é o mesmo Escovinha malvado do Paul Murry) da cadeia fazendo um bolo com uma serra dentro, roteiro  fraquinho de Marco Bosco e desenhos de Maurizio Amendola. Bem que essa edição de estreia da Disney Comix poderia fechar com algo bem melhor do que essa fraquíssima "Bolo de Limão", bem isso mesmo azeda e chata. Detalhes no Inducks.
Chegamos ao final do primeiro número do Disney Comix, publicado no último mês de dezembro em Portugal. Aqui abaixo a página dedicada a trazer soluções para os passatempos, também detalhes sobre a editora Goody e uma chamada para a edição do Disney Comix #2.
Ahhh não!!! Mais uma do Bafo e Tudinha pra fechar literalmente a edição, a galera de Portugal tá de brincadeira comigo. Pobre Bafo no que transformaram esse personagem!!! XD. Ao lado chamada de cinema com esse delicioso filme Hotel Transilvânia.
Por hoje era só amigos disneyanos, vou trazer ainda postagens do Disney Comix #2 e #3 e Hiper Disney #1. Até a próxima!!!

3 comentários:

Blog do Paulo Gibi disse...

Puxa Ludy, que legal esta postagem mostrando um pouco da revista. Acho que eles fizeram bem em seguir o modelão de Topolino. O bom é que dá pra ler rapidinho sem tradução, é só adaptar uma palavra aqui, outra ali. Bem que a gente podia ter um gibi assim por aqui, ou então deixar vender este mesmo gibi aqui para o Brasil.

Por exemplo, a MSP vende normalmente seus gibis em Portugal, numa boa. Os mesmos feitos aqui no Brasil, só exporta e coloca no mercado português.

Abs.

Fabiano Caldeira disse...

Ludy,

Admiro alguma coisa italiana, mas não tudo. Acho que ultimamente a Itália vem se focando em sagas que, tirando um personagem principal, não tem nada a ver com o universo Disney. Isso é algo que me faz pensar até que ponto é bom mesmo valorizar tanto esse material.

Há também demais personagens como o Peninha, por exemplo, que são retratados de forma que não coincide bem com o Peninha que sempre vi por aí, nos trabalhos dos outros. Não gosto muito dessa infantilização exagerada que eles estão colocando. Nem é pela questão do desenho, mas parece que há algumas histórias onde não há muita essência dos personagens de acordo com o universo Disney que estamos acostumados a ver. Isso é algo meio que embaraçoso.

Em suma, não é uma crítica, apenas uma observação. Sabemos que há grandes obras italianas por aí feitas por artistas como Giorgio Cavazzano, Marco Rota, Paolo Mottura e alguns outros.

Parabéns pelas aquisções!

Abraços. Fabiano Caldeira.

Paulo Ferreira disse...

Olá a todos, concordo com alguns comentários aqui dexados, na realidade nós aqui em Portugal desde 2006 não tinhamos publicações Disney, este lançamento veio mesmo numa altura em que os portugueses precisam de animar um pouco.
Mas gostava de vos dizer que nós por cá temos saudades das publicações que importavamos do Brasil, das produção de quadrinhos Disney Brasileira, nunca mais se fez com igual qualidade, tanto na arte como no roteiro. O que é importado da Itália a nível de arte é horrenda, nós cá somos muito criticos acerca disso, por vezes o que salva são os argumentos que vão aparecendo com melhor qualidade.
Já agora disponibilizo-me, caso alguém no Brasil precise, de enviar alguma publicação destas.
Felizmente e já há muitos anos que o Mauricio vê no mercado português uma fonte de negócio, coisa que a ABril podia ter feito e perdeu a oportunidade.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails